Acesso ao principal conteúdo
Convidado

O mundo novo da civilização ecológica

Áudio 13:09
Várias pessoas observaram dois cisnes no Canal de l'Ourcq, em Paris, 22 de Abril de 2020, no 37º dia de confinamento obrigatório em França.
Várias pessoas observaram dois cisnes no Canal de l'Ourcq, em Paris, 22 de Abril de 2020, no 37º dia de confinamento obrigatório em França. AFP - CHRISTOPHE ARCHAMBAULT
Por: Lígia ANJOS

O mundo tem vindo a perder biodiversidade. A perda de espécies torna a manifestações de doenças virais mais presentes. É na dinâmica entre espécies que circulam todas as formas de vida e até mesmo os que se tornam vida como é o caso dos vírus.

Publicidade

"Vale a pena reflectir sobre o que esta pandemia revela da desarmonia criada entre a natureza e as sociedades humanas", aponta Helena Freitas, professora da Faculdade de Ciências e Tecnologias da Universidade de Coimbra.

"Não é possível resolver os problemas de saúde pública das comunidades humanas sem resolver a saúde planetária", lembra. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.