Acesso ao principal conteúdo
Itália/Imigração

Sicília: nova vaga de clandestinos chegam à costa

Polícia italiana controla e prende imigrantes ao logo da estrada em Palma di Montechiaro, perto de Agrigente, na Sicília, a 24 de Maio de 2020.
Polícia italiana controla e prende imigrantes ao logo da estrada em Palma di Montechiaro, perto de Agrigente, na Sicília, a 24 de Maio de 2020. Sandro CATANESE / AFP
Texto por: Isabel Pinto Machado com AFP
2 min

As autoridades italianas anunciaram que 70 e não 400 imigrantes desembarcaram ilegalmente neste domingo (24/05) numa praia em Agrigento, na Sicília, no sul do país, segundo a agência italiana de notícias Ansa, citando fontes policiais.

Publicidade

Os 70 imigrantes, segundo tudo indica tunisianos,  teriam sido abandonados por um barco não identificado a alguns metros da costa de uma praia na região de Agrigento, no sul da Sicília, que depois partiu novamente, informou a polícia.

Um helicóptero da polícia e vários barcos da guarda costeira tentaram localizar a embarcação clandestina, o que até ao momento não foi possível e na praia foi encontrado apenas um bote de madeira de cerca de 10 metros de cumprimento.

Testemunhas começaram por indicar às autoridades locais que 400 imigrantes tinham desembarcado em duas embarcações, mais tarde o autarca local evocou a possível chegada de 300 imigrantes tunisianos e finalmennte as autoridades anunciaram no final da tarde de domingo (24/05) o número de 70. 

Mal chegaram à praia, os imigrantes, começaram a correr em pequenos grupos, pelas estradas e campos.

Alguns pediram água e boleia aos automobilistas, segundo o jornal local Agrigento Notizie, enquanto outros se instalaram sob as árvores para tentar recuperar da travessia.

"A Itália está a tornar-se novamente num campo de refugiados", disseram vários deputados da Liga, partido de extrema direita de Matteo Salvini, antes da divulgação dos números revistos.

Ainda neste domingo (24/05) 52 pessoas oriundas sobretudo da África subsahariana desembarcaram na pequena ilha de Linosa, não muito longe de Lampedusa, no sul da Sicília, a bordo de um barco de 10 metros, segundo as autoridades italianas.

Já no sábado (23/05) cerca de 20 pessoas desembarcaram a bordo de um bote penumático e no meio dos banhistas, numa praia turística de Marsala, no noroeste da Sicília.

Nesse mesmo dia 6 tunisianos chegaram à ilha de  Lampedusa num barco minúsculo, enquanto 40 compatriotas seus foram interceptados pela polícia perto do litural desta mesma ilha e escoltados pela guarda costeira. 

Pela primeira vez desde o início do desconfinamento em Italia, um bote com 7 pessoas acostou na Sardenha, na passada sexta-feira.

Segundo dados de 22 de Maio do ministério italiano do interior, 4.445 imigrantes chegaram a Italia desde o início de 2020.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.