Acesso ao principal conteúdo
Futebol

Dia D: Futebol retoma em Portugal

Jogadores do Porto festejaram o triunfo perante o Santa Clara por 0-2 a 2 de Março. Imagem de Arquivo.
Jogadores do Porto festejaram o triunfo perante o Santa Clara por 0-2 a 2 de Março. Imagem de Arquivo. © LUSA - EDUARDO COSTA
Texto por: Marco Martins
3 min

Foram necessários quase três meses para ver novamente a bola rolar em Portugal. Nesta quarta-feira 3 de Junho, a Liga Portuguesa de futebol retoma com dois encontros: Portimonense-Gil Vicente e Famalicão-FC Porto.

Publicidade

Dia 8 de Março, após o encerramento da 24ª jornada, o campeonato português de futebol foi suspenso por tempo indeterminado devido à pandemia de Covid-19 que começava a assolar o território português, e sobretudo os países vizinhos o que trazia um risco elevado para Portugal.

Quase três meses depois, e com muitas negociações entre o Governo, as autoridades sanitárias e os organismos que gerem o futebol português, a Liga pode retomar, mas com certas condições.

Essas condições poderão evoluir, mas por enquanto os jogos serão à porta fechada, sem público, e com testes realizados aos jogadores antes das partidas, sem esquecer que os encontros serão disputados em estádios avaliados e aprovados pela DGS - Direcção Geral da Saúde.

Nesta quarta-feira 3 de Junho há dois encontros na ementa do dia: Portimonense-Gil Vicente e Famalicão-FC Porto.

O Portimonense, 17° classificado, recebe o Gil Vicente, 10° na tabela classificativa, no Estádio Municipal de Portimão pelas 19h, hora local.

Para Claude Gonçalves, médio luso-francês do Gil Vicente, todas as condições estão reunidas para a realização dos encontros e o objectivo é vencer o primeiro jogo.

Os jogadores não podem ter medo de apanhar essa doença. É por isso que têm de ficar em casa, de se protegerem. Não há nenhuma apreensão [ndr: na retoma] porque tudo foi tão bem organizado, quer seja pelo Gil Vicente, quer pelos outros clubes. Estamos mais protegidos no trabalho que fora, como quando vamos às compras. O sítio mais seguro é onde estamos a trabalhar”, frisou o médio luso-francês.

O futebolista de 26 anos tem apenas um objectivo, vencer e arrecadar os três pontos:É ganhar, todos os jogos são para ganhar. Vai ser um jogo difícil. Eles também querem ganhar. Nós perdemos em casa para a Taça, empatámos para o campeonato, e agora queremos ganhar para tudo ficar empatado (risos). Vai haver um bocado de pressão, é normal, porque não houve jogos de treino e não sabemos como estamos, se estamos bem fisicamente ou não, apesar de, para mim, o Gil estar muito bem. Não sabemos é se as outras equipas estão melhor ou não do que nós. Vamos ver nos primeiros jogos do campeonato. É por isso que vai haver pressão”, concluiu Claude Gonçalves.

Claude Gonçalves, médio luso-francês do Gil Vicente

Claude Gonçalves, médio do Gil Vicente.
Claude Gonçalves, médio do Gil Vicente. © Cortesia Claude Gonçalves

O Famalicão, que ocupa o 7° lugar, acolhe o líder da prova, o FC Porto, no Estádio Municipal de Famalicão.

Os Dragões, que possuem apenas um ponto de vantagem sobre o SL Benfica, vão ter de entrar a todo o gás para não perder pontos perante o rival que joga apenas na quinta-feira, recebendo o Tondela no Estádio da Luz em Lisboa.

No que diz respeito aos golos, muitos esperam vê-los, mas os jogadores esses vão ter de festejar sem contactos, isto se os jogadores se lembraram durante a euforia dos festejos. Na Alemanha, que já retomou há algumas semanas, há jogadores que festejam longe um dos outros, e outros que se abraçam.

De referir ainda que duas condições se poderão adicionar nesta retoma: os clubes estão a negociar para haver cinco substituições durante os jogos em vez de três, precavendo as possíveis lesões dos jogadores, e a segunda seria a possibilidade de deixar um certo número de adeptos entrar nos estádios.

As próximas semanas serão decisivas e a competição pode voltar a parar a qualquer momento se as condições sanitárias em torno da pandemia de Covid-19 piorarem.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.