Acesso ao principal conteúdo
Brasil/Justiça

Antigo assessor de um dos filhos de Jair Bolsonaro é detido no Brasil

Fabrício Queiroz, ex-assessor e  antigo motorista do senador Flávio Bolsonaro  (com máscara  de protecção), no momento da sua detenção, quinta-feira, em Atibaia, no interior do Estado de São Paulo.
Fabrício Queiroz, ex-assessor e antigo motorista do senador Flávio Bolsonaro (com máscara de protecção), no momento da sua detenção, quinta-feira, em Atibaia, no interior do Estado de São Paulo. AFP - NELSON ALMEIDA
Texto por: RFI
5 min

A polícia brasileira prendeu nesta quinta-feira no interior de São Paulo, Fabrício Queiroz, antigo assessor de Flávio Bolsonaro, fillho do actual  presidente e senador. Queiroz é suspeitado de ser o cabecilha de um esquema de abuso de bens sociais, denominado no Brasil de "rachadinha",  em conluio com Flávio Bolsonaro, quando este era deputado do Estado do Rio de Janeiro. O ex-assessor e antigo polícia militar, detido quinta-feira em Atibaia, andava foragido há um ano.

Publicidade

Fabrício Queiroz, ex-assessor e motorista de Flávio Bolsonaro quando este era deputado na assembleia legislativa do  Estado do Rio de  Janeiro, bem como amigo íntimo da família Bolsonaro,  é suspeitado pelo  Ministério Público  de ser o coordenador financeiro do  esquema  conhechido  no  Brasil pelo nome  de  "rachadinha"  que consiste em desviar para seu próprio benefício  parte ou a  totalidade dos salários auferidos pelos seus assessores, às vezes falsos assessores.

Nas circunstâncias, o dinheiro desviado, cujo montante é avaliado em milhões  de reais pelo Ministério das Finanças do Brasil e o COAF,seu antigo departamento de controlo das actividades financeiras, poderia ter beneficiado Flávio Bolsonaro.

Fabrício Queiroz fugiu  em 2018 da sua residência habitual, no Rio de Janeiro, quando o agora extinto Controle de Actividades Financeiras (COAF)  detectou na sua conta bancária uma movimentação atípica entre 2016 e 2017, no valor de 1.2 milhões de reais.

Queiroz, um faz-tudo da família bolsonaro, estava escondido em Atibaia, no interior do Estado de São Paulo, numa propriedade de Frederick Wassef, tido como advogado de Jair Bolsonaro, embora o chefe de Estado brasileiro o tenha negado.

O ex-assessor e antigo polícia militar, que poderia ter ligações com as chamadas milícias do Rio de Janeiro, encontra-se agora detido na penitenciária de Bangu.

Segundo os analistas  brasileiros,o prosseguimento das investigações sobre o escândalo da "rachadinha" em que está envolvido Fabrício Qaueiroz, poderia desembocar na  anulação do mandato de senador por parte de Flávio Bolsonaro, cujo domicílio foi alvo de buscas policiais em Dezembro de 2019, no âmbito do citado  esquema.

Tanto Flávio Bolsonaro como o seu pai,Jair Bolsonaro, negaram estar ao corrente do paradeiro de Fabrício Queiroz , antes da sua detenção na quinta-feira em Atibaia, cidade do interior de São Paulo.

Detenção de próximo da família do Presidente Bolsonaro

      

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.