Acesso ao principal conteúdo
#Reading/Ataque

Reino Unido: Polícia considera ataque de Reading como “terrorista”

Conferência de imprensa em Reading. 21 de Junho de 2020.
Conferência de imprensa em Reading. 21 de Junho de 2020. AFP - BEN STANSALL
Texto por: Bruno Manteigas
3 min

No Reino Unido, a polícia considerou como "terrorista" o ataque com arma branca que causou três mortos e três feridos graves este sábado à noite em Reading. Um suspeito de 25 anos foi detido e levado sob custódia policial após o incidente.

Publicidade

A polícia britânica declarou, este domingo, que o esfaqueamento deste sábado que resultou em três pessoas mortas num parque em Reading, uma cidade a 70 quilómetros de Londres, foi um incidente terrorista. 

Um homem de 25 anos foi detido. O comissário adjunto Neil Basu tentou esta manhã tranquilizar a população: “Do que pudemos apurar até agora, não encontrámos sinais de que exista mais alguém envolvido neste ataque"

De acordo com a comunicação social britânica, o suspeito é Khairi Saadallah, um refugiado líbio com cadastro mas não por ligações ao terrorismo. 

O ataque aconteceu ao fim da tarde de um dia ameno, num parque onde vários grupos de pessoas faziam piqueniques a conversar. 

Embora estes tipo de ataques solitários, em geral por extremistas islâmicos, não sejam inédito no Reino Unido, é invulgar que aconteçam fora de Londres. 

O que a polícia agora vai ter de apurar é se este indivíduo deveria ter sido considerado um risco e ficado sob vigilância depois de ter sido libertado da prisão. 

Reportagem de Bruno Manteigas

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.