Acesso ao principal conteúdo
Artes

De Paris a Lisboa, a epopeia de Binelde Hrycan

Áudio 11:56
Pintor e videasta angolano Binelde Hyrcan
Pintor e videasta angolano Binelde Hyrcan © Binelde Hyrcan
Por: Lígia ANJOS
14 min

Durante mais de um mês o pintor e videasta angolano Binelde Hyrcan quer percorrer a pé os 1800 quilómetros que separam Lisboa de Paris.

Publicidade

A ideia surgiu durante o confinamento, Binelde Hyrcan ficou retido em Lisboa sem poder voltar a Luanda.

O artista angolano saiu da capital portuguesa no dia 20 de Julho, tem como ajuda a sobrinha Kelly, de 14 anos, que preparar a partir de Lisboa as rotas e procura sítios para o tio pernoitar.

Pintor angolano Binelde Hyrcan com a sobrinha Kelly.
Pintor angolano Binelde Hyrcan com a sobrinha Kelly. © Binelde Hyrcan

A ideia surgiu durante o confinamento, Binelde Hyrcan ficou retido em Lisboa sem poder voltar a Luanda.

Pelo caminho o pintor angolano vai conhecendo pessoas, troca desenhos por refeições e diz ser "uma extensão da vida. É como se estivesse no meu atelier, mas numa escala maior", descreve.

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.