Acesso ao principal conteúdo
#Brasil/Covid-19

Rio de Janeiro adia Carnaval por causa da pandemia

Carnaval do Rio de Janeiro. 23 de Fevereiro de 2020.
Carnaval do Rio de Janeiro. 23 de Fevereiro de 2020. AFP - MAURO PIMENTEL
Texto por: RFI
4 min

A edição de 2021 do famoso carnaval do Rio de Janeiro, agendada para Fevereiro, foi adiada devido à pandemia de covid-19. A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro não anunciou nova data para o evento, indicando que vai depender da vacina.

Publicidade

As escolas de samba do Rio de Janeiro decidiram, esta quinta-feira, adiar o carnaval previsto para Fevereiro de 2021, numa altura em que o Brasil é um dos países mais afectados pela pandemia de Covid-19.

Como até Fevereiro não há perspectiva de vacina contra o novo coronavírus, as escolas preferiram adiar, em reunião realizada na noite desta quinta-feira.

A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro, entidade que organiza o evento, não anunciou nova data, indicando que vai depender da vacina.

“É cada vez mais difícil ter Carnaval sem vacina. Desde Julho, não temos segurança de que haverá e não tem como falar em Carnaval sem segurança", disse o presidente da Liga, Jorge Castanheira, aos jornalistas. "Não temos como fazer em Fevereiro, as escolas já não vão ter tempo nem condições financeiras e de organização de viabilizar até Fevereiro”.

O responsável não indicou nova data, mas sublinhou que não querem prejudicar o desfile de 2022: "Vamos continuar lutando, buscando alternativas para encontrarmos um projecto nosso que permita que as escolas de samba possam fazer algum processo alternativo aos desfiles que acontecem em Fevereiro para também não prejudicar o carnaval de 2022."

As 13 melhores escolas de samba do Brasil desfilam diante de mais de 90.000 pessoas durante o carnaval, um dos eventos mais famosos do Rio de Janeiro. Com as restrições ligadas à pandemia de Covid-19, houve uma paralisia na produção do carnaval e algumas escolas nem sequer conseguiram definir o espectáculo para 2021. Em Julho, várias escolas de samba da cidade já tinham recusado desfilar no Carnaval de 2021 se ainda não estivesse disponível uma vacina contra o novo coronavírus.

A última vez que o carnaval carioca foi suspenso foi em 1912, após a morte do ministro dos Negócios Estrangeiros.

A região metropolitana do Rio de Janeiro, que abriga 13 milhões de pessoas, registou até ao momento mais de 15 mil mortes por Covid-19. O Rio de Janeiro é também o quarto estado onde se concentra o maior número de infecções (257.985). De acordo com o último boletim epidemiológico do Ministério da Saúde, o Brasil totaliza agora 139.808 mortos e 4.657.702 casos.

A pandemia de covid-19 já provocou, pelo menos, 978.448 mortos e quase 32 milhões de casos de infecção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência de notícias France-Presse.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.