Acesso ao principal conteúdo
União Europeia

Clima: Europa precisa de "vontade política"

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, pediu “vontade política” aos líderes europeus para alcançarem um acordo, até final do ano, sobre uma nova meta climática para 2030.
O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, pediu “vontade política” aos líderes europeus para alcançarem um acordo, até final do ano, sobre uma nova meta climática para 2030. REUTERS - POOL
Texto por: RFI
4 min

O presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, pediu “vontade política” aos líderes europeus para alcançarem um acordo, até final do ano, sobre uma nova meta climática para 2030.

Publicidade

Charles Michel instou os líderes europeus a demonstrarem “vontade política” de forma a alcançarem um novo acordo para o clima em 2030.

“Ontem tivemos oportunidade de discutir a questão das alterações climáticas e as nossas metas até 2030. As alterações climáticas são um desafio muito importante para nós, enquanto UE, e temos de identificar qual será a pedra basilar para que seja possível chegarmos a acordo em Dezembro”, explicou Charles Michel.

O presidente do Conselho Europeu admitiu ser necessário “ter em conta as circunstâncias nacionais e os vários pontos de partida”. Charles Michel referia-se à descrença de países como Polónia e a República Checa em aumentar os objectivos de redução de emissões poluentes.

Na quinta-feira, o Conselho Europeu anunciou que vai retomar em Dezembro o debate sobre uma nova meta climática para 2030, salientando que a União Europeia precisa de aumentar a sua ambição “para atingir a neutralidade climática em 2050”.O Conselho Europeu se ter comprometido com a meta de a Europa atingir a neutralidade climática até 2050 e de a Comissão ter proposto um novo objectivo intercalar de uma redução de pelo menos 55% das emissões até 2030. Mas alguns países discordam da meta intercalar de 55%.

Covid-19 e União Africana

A pandemia da covid-19 é outro dos temas em agenda esta sexta-feira. Os líderes europeus farão um ponto da situação dos esforços de coordenação ao nível comunitário sobre as medidas que restringem a livre circulação e, por outro lado, a presidente da Comissão, Ursula von der Leyen, dará conta dos progressos no desenvolvimento de uma vacina.

Ainda hoje serão analisadas as relações da Europa com África, tendo em vista a futura reunião com os líderes da União Africana. Na semana passada, o primeiro-ministro português, António Costa, deu como certo que a cimeira entre a União Europeia e a União Africana só se vai realizar em 2021.

Brexit: No deal

Os Estados-membros da União Europeia devem estar preparados "para todo o tipo de cenários sobre o Brexit, incluindo o de não acordo", avança o rascunho de conclusões da cimeira que serve de base de trabalho à reunião de líderes. Este é o cenário com o qual foram confrontados os chefes de Estado e de governo, reunidos em cimeira, em Bruxelas, depois de atualizados sobre o impasse negocial.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, tinha dado até ontem, 15 de Outubro, a data do “tudo ou nada”, em que estabeleceria com os parceiros europeus se havia ou não condições para a assinatura de um acordo para a futura parceria económica e política entre o Reino Unido e a União Europeia. No entanto, as posições ainda estão muito distantes e os líderes europeus estão preparados para o “no deal”.

Esta sexta-feira, o responsável europeu para as negociações do Brexit, Michel Barnier, disse que voltará a dialogar com o seu homólogo britânico, David Frost, ainda hoje, e que passará a próxima semana em Londres.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.