Acesso ao principal conteúdo
Líbano

Líbano: Saad Hariri nomeado primeiro-ministro

Líbano volta a escolher Saad Hariri para primeiro-ministro.
Líbano volta a escolher Saad Hariri para primeiro-ministro. AFP
Texto por: RFI
2 min

Após várias consultas parlamentares conduzidas pelo Presidente Michel Aoun, Saad Hariri volta a ser designado primeiro-ministro. O novo chefe do executivo libanês tem como missão chegar a acordo com as diferentes forças políticas e formar um governo que seja capaz de aplicar reformas necessárias para retirar o país da profunda crise económica. 

Publicidade

Saad Hariri foi escolhido por uma maioria de 65 deputados, segundo um comunicado lido por um alto-responsável da presidência.

Primeiro-ministro três vezes: Entre 2009-2011, depois a partir de 2016. Saad Hariri é o líder do partido sunita Corrente do Futuro.

A última experiência na chefia do executivo termina com a sua demissão a 29 de Outubro de 2019, sob a pressão de um movimento de contestação sem precedentes na história do país.

O regresso de Hariri acontece num momento em que a população reclama, desde Maio, novos rostos, uma mudança total do sistema. O Líbano, que atravessa uma grave crise política e económica, ficou traumatizado pela explosão no porto de Beirute, no dia de Agosto que fez uma centena de mortos e cerca de seis mil feridos. 

Depois do drama, os dirigentes políticos libaneses, sob pressão da Comunidade Internacional, nomeadamente a França, tentaram encontrar uma saída para a crise. Todavia os partidos perderam imenso tempo na troca de insultos, e finalmente nomearam Saad Hariri que está de volta à cena política.

Ainda não há reacções à nomeação, aguardando-se pela reacção do povo libanês.

Saad Hariri já veio prometer um «governo de peritos» em conformidade com «a iniciativa francesa» e compromete-se a formar rapidamente um governo, lembrando que esta é última oportunidade para o Líbano. 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.