Acesso ao principal conteúdo
Índia

Índia: Três membros do partido no poder foram assassinados

Caxemira na Índia. Imagem de Ilustração.
Caxemira na Índia. Imagem de Ilustração. © AFP - TAUSEEF MUSTAFA
Texto por: Marco Martins
2 min

Três membros do Partido do Povo Indiano - Bharatiya Janata - morreram assassinados por rebeldes separatistas segundo a AFP, a agência de notícias francesa.

Publicidade

Nove membros do Partido no poder foram assassinados desde Julho na região da Caxemira, um território disputado entre a Índia e o Paquistão.

Os atacantes surpreenderam os três membros do partido, que estavam a viajar de carro, com vários tiros. Os membros do Bharatiya Janata acabaram por falecer.

A polícia local qualificou o ataque de crime terrorista.

Os grupos rebeldes têm intensificado os ataques contra os apoiantes do partido do Primeiro-ministro Narendra Modi desde que ele retirou a autonomia da Caxemira em Agosto de 2019, numa altura em que houve medidas de segurança estritas e um ‘black-out’ em que a internet foi cortada durante vários meses.

As decisões de Nova Deli em relação ao território têm sido polémicas e este ataque ocorreu dois dias após a adopção de uma nova lei que permite pela primeira vez qualquer cidadão indiano a comprar terras na Caxemira. Algo que era proibido até o ano passado com o estatuto especial que tinha a região da Jamu e Caxemira.

Recorde-se que desde 1947 esta região é disputada pelo Paquistão e pela Índia, tendo aliás havido uma sangrenta insurreição contra a Índia em 1989.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.