Acesso ao principal conteúdo
Futebol

Liga dos Campeões: Marselha de André Villas-Boas quer evitar 13ª derrota consecutiva

André Villas-Boas, Treinador do Marselha.
André Villas-Boas, Treinador do Marselha. © AFP/File
Texto por: Marco Martins
7 min

A quarta jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões europeus de futebol prossegue nesta quarta-feira 25 de Novembro com um duelo entre clubes francês e português, o Marselha recebendo o FC Porto no Estádio Vélodrome.

Publicidade

Os franceses do Marselha, comandados pelo treinador luso André Villas-Boas, acolhem os portugueses do FC Porto num jogo a contar para a quarta jornada do Grupo C.

Marselha não quer bater recorde

Os marselheses acumularam doze derrotas em 12 jogos consecutivos na Liga dos Campeões europeus de futebol. O que significa que a equipa de André Villas-Boas igualou um triste recorde, aquele do maior número de derrotas consecutivas na liga milionária que era detido pelos belgas do Anderlecht que perderam… 12 vezes seguidas (!)

Se o Marselha perder, bate o recorde da equipa belga. De notar que desde o 13 de Março de 2012, e uma derrota por 2-1 frente aos italianos do Inter de Milão, a equipa francesa nunca mais venceu um encontro, acumulando 12 derrotas.

O técnico português, André Villas-Boas, afirmou que a sua equipa foi a melhor em campo em Portugal, quando o Marselha perdeu por 3-0, desejando agora que o domínio na posse da bola se transforme em triunfo:

«Não espero grandes alterações. Espero um Porto como se apresentou no Dragão. Não sei se terá alguma surpresa, mas não estou a contar. O nosso primeiro desafio é bater o FC Porto onde eles são muito bons, nesse aspecto motivacional, na vontade, uma equipa que está muito perto de se qualificar. Primeira arma que o Porto tem e que temos de bater. Depois no Dragão tivemos mais posse de bola do que o FC Porto. Tinha-nos dado um jeito ter o Dragão cheio porque não é habitual o que fizemos e o público do Dragão, sobre esse aspecto, é uma coisa que não gosta de ver. E ter em conta o 4-4-2 do Porto que funciona muito bem. São coisas que falámos: o que tivemos no Dragão foi bola, mas não tivemos hipótese de remate nem de finalização. Tínhamos um sonho e estamos nesta situação duríssima. Este já é o primeiro match-point, temos de conseguir um resultado de qualquer forma», assumiu o técnico luso do Marselha.

André Villas-Boas, Treinador do Marselha

FC Porto cada vez mais próximo dos oitavos

Os portuenses, após o triunfo por 3-0 em casa frente aos marselheses, querem continuar na senda das vitórias e ficar a apenas um passo dos oitavos-de-final da liga milionária.

Para o treinador português, Sérgio Conceição, o Marselha vai arriscar para manter-se vivo na prova: «O Marselha tem aqui, talvez, a última possibilidade de manter viva a chama de passar aos oitavos. É uma equipa que, se vencer os dois jogos em atraso que tem no campeonato francês, será líder. Só isso diz a dificuldade que vamos ter. Não estou a baixar a expectativa de ir ganhar o jogo a Marselha, mas nada está decidido. Vamos preparados para todos os cenários. Estamos numa boa posição para passar aos oitavos. O resultado desta partida pode ser extremamente importante nesse sentido», concluiu o técnico português.

No último jogo entre as duas equipas, a 3 de Novembro, o FC Porto recebeu e derrotou o Marselha por 3-0 no Estádio do Dragão. Os golos foram apontados pelo avançado maliano Moussa Marega, pelo médio português Sérgio Oliveira e pelo avançado colombiano Luis Díaz.

Na tabela classificativa, os britânicos do Manchester City, que defrontam os gregos do Olympiacos, lideram com 9 pontos, à frente do FC Porto com seis, dos gregos com três e do Marselha que ainda não pontuou.

Eis todos os grupos:

Grupo A: Bayern Munique (Alemanha), Atlético Madrid (Espanha), Salzburgo (Áustria) e Lokomotiv Moscovo (Rússia).

Grupo B: Real Madrid (Espanha), Shakhtar Donetsk (Ucrânia), Inter (Itália) e Borussia Mönchengladbach (Alemanha).

Grupo C: FC Porto (Portugal), Manchester City (Inglaterra), Olympiacos (Grécia) e Marselha (França).

Grupo D: Liverpool (Inglaterra), Ajax (Holanda), Atalanta (Itália) e Midtjylland. (Dinamarca).

Grupo E: Sevilha (Espanha), Chelsea (Inglaterra), Krasnodar (Rússia) e Rennes (França).

Grupo F: Zenit (Rússia), Borussia Dortmund (Alemanha), Lazio (Itália) e Club Brugge (Bélgica).

Grupo G: Juventus (Itália), Barcelona (Espanha), Dínamo Kiev (Ucrânia) e Ferencvaros (Hungria).

Grupo H: Paris Saint-Germain (França), Manchester United (Inglaterra), Leipzig (Alemanha) e Basaksehir (Turquia).

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.