Acesso ao principal conteúdo
Futebol

Liga dos Campeões: Marselha de André Villas-Boas bateu recorde com 13ª derrota

André Villas-Boas, Treinador português do Marselha.
André Villas-Boas, Treinador português do Marselha. © AFP/Archives
Texto por: Marco Martins
6 min

A quarta jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões europeus de futebol ficou encerrada na quarta-feira 25 de Novembro. O FC Porto aproximou-se do apuramento para os oitavos com um triunfo perante o Marselha que bateu o recorde do maior número de derrotas consecutivas. Nos outros grupos o Bayern Munique e o Manchester City carimbaram o passaporte para os oitavos.

Publicidade

Os franceses do Marselha, comandados pelo treinador luso André Villas-Boas, receberam e perderam frente aos portugueses do FC Porto por 0-2 num jogo a contar para a quarta jornada do Grupo C.

Marselha bateu recorde

Os marselheses acumulam agora treze derrotas em 13 jogos consecutivos na Liga dos Campeões europeus de futebol, batendo o recorde do maior número de derrotas consecutivas na liga milionária que era detido pelos belgas do Anderlecht que perderam 12 vezes seguidas. O que significa que a equipa de André Villas-Boas bateu um triste recorde.

Desde 13 de Março de 2012, e uma derrota por 2-1 frente aos italianos do Inter de Milão, que a equipa francesa nunca mais venceu um encontro.

O técnico português, André Villas-Boas, afirmou que a sua equipa não teve sorte neste encontro:

«Tivemos muita falta de sorte. O primeiro golo foi muito parecido com o primeiro sofrido no Dragão, com muitos ressaltos. Um pouco de falta de sorte. A primeira parte foi equilibrada, com poucas oportunidades para ambas as equipas. Esse primeiro golo abateu-nos. Fizemos alterações para procurar o empate que nos deram outra dinâmica no ataque. Precisávamos de um golo para nos dar confiança, mas acabámos por sofrer. A falta que dá origem ao penálti é infantil, mas há uma falta que precede esse lance e que o fiscal de linha não marca. São lições que temos de tirar. Todo o esforço, determinação e empenho que tivemos esta semana não chegaram. Esta competição é dura. Hoje o aspeto emocional e o desejo estiveram presentes. Tenho de confortar os meus jogadores, porque deram tudo e trabalharam bem esta semana. Um dia as coisas vão correr bem para nós. Fomos incompetentes, resta-nos jogar pela terceiro lugar. Esta é uma competição dura», assumiu o técnico luso do Marselha.

FC Porto a um ponto dos oitavos

Os portuenses estão agora a um ponto dos oitavos-de-final da liga milionária. O treinador português do FC Porto, Sérgio Conceição, está feliz com o triunfo: «Nos primeiros 20 minutos tivemos algumas dificuldades, mas depois ajustámos e surgiu o golo e acabámos bem a primeira parte. A segunda praticamente foi nossa. Depois da expulsão, em lance que não é por acaso, em lançamento rápido na linha lateral, para aproveitar distração do adversário, conseguimos o 2-0, muito pelo que foi a interpretação de algumas mudanças ao longo do jogo. Os jogadores foram verdadeiros campeões. Falta um ponto e todos são difíceis na Liga dos Campeões. Temos de continuar com a tranquilidade que estamos e trabalhar para conseguir o que todos queremos, passar aos oitavos», concluiu o técnico português.

Na tabela classificativa, os britânicos do Manchester City, que venceram por 0-1 os gregos do Olympiacos, lideram com 12 pontos, e já estão apurados para a fase seguinte.

O FC Porto segue no segundo lugar com nove pontos, mais seis do que os gregos, faltando apenas um ponto para alcançar o apuramento para os oitavos. Quanto ao Marselha está no último lugar e ainda não pontuou, o que significa que a duas jornadas do fim da fase de grupos, já está eliminado.

Bayern Munique, detentor do troféu, nos oitavos

Os germânicos do Bayern Munique, que venceram a edição 2019/2020, alcançaram o apuramento com um triunfo por 3-1 frente aos austríacos do Salzburgo. Os alemães têm 12 pontos, mais sete do que os espanhóis do Atlético Madrid que não foram além de um empate sem golos frente aos russos do Lokomotiv Moscovo que estão no terceiro lugar com 3 pontos. O Salzburgo ocupa o último lugar com 1 ponto neste Grupo A.

No Grupo B, os germânicos do Borussia Mönchengladbach esmagaram por 4-0 os ucranianos do Shakhtar Donetsk e lideram o agrupamento com 8 pontos. No segundo lugar estão os espanhóis do Real Madrid com sete pontos isto após o triunfo frente aos italianos do Inter por 0-2. Na tabela classificativa os ucranianos têm 4 pontos e os italianos apenas dois.

No Grupo D, os britânicos do Liverpool lideram com 9 pontos, apesar da derrota caseira por 0-2 frente aos aos italianos da Atalanta que têm sete pontos, os mesmos que os holandeses do Ajax que derrotaram os dinamarqueses do Midtjylland por 3-1. De notar que o único clube que já está arredado na prova é o Midtjylland que ainda não pontuou.

Eis todos os grupos:

Grupo A: Bayern Munique (Alemanha), Atlético Madrid (Espanha), Salzburgo (Áustria) e Lokomotiv Moscovo (Rússia).

Grupo B: Real Madrid (Espanha), Shakhtar Donetsk (Ucrânia), Inter (Itália) e Borussia Mönchengladbach (Alemanha).

Grupo C: FC Porto (Portugal), Manchester City (Inglaterra), Olympiacos (Grécia) e Marselha (França).

Grupo D: Liverpool (Inglaterra), Ajax (Holanda), Atalanta (Itália) e Midtjylland (Dinamarca).

Grupo E: Sevilha (Espanha), Chelsea (Inglaterra), Krasnodar (Rússia) e Rennes (França).

Grupo F: Zenit (Rússia), Borussia Dortmund (Alemanha), Lazio (Itália) e Club Brugge (Bélgica).

Grupo G: Juventus (Itália), Barcelona (Espanha), Dínamo Kiev (Ucrânia) e Ferencvaros (Hungria).

Grupo H: Paris Saint-Germain (França), Manchester United (Inglaterra), Leipzig (Alemanha) e Basaksehir (Turquia).

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.