Acesso ao principal conteúdo
França/Saúde

Alargado período de recolher obrigatório em novos distritos de França

O  Primeiro-ministro da França,Jean Castex e  o seu governo decidiram alargar o período de recolher obrigatório em novos distritos para  reduzir as contaminações por Covid-19.
O Primeiro-ministro da França,Jean Castex e o seu governo decidiram alargar o período de recolher obrigatório em novos distritos para reduzir as contaminações por Covid-19. Ludovic Marin/Pool via REUTERS
Texto por: RFI
4 min

No âmbito de medidas visando conter a recrudescência de contaminações pelo coronavírus, as autoridades francesas decidiram alargar o recolher obrigatório em distritos até à data não afectados. Entre estes estão designadamente o do Bas-Rhin, cuja capital é a cidade de Estrasburgo, no leste da França. Paralelamente, restaurantes, bares e espaços culturais vão permanecer encerrados até nova ordem.

Publicidade

Antecipando a medida que o governo francês decidiu aplicar a novos distritos,no âmbito da luta contra a covid-19, a autarquia de Estraburgo no leste da França decretou o recolher obrigatório a partir das 18h, horário francês, 17h  TMG, de  Domingo.

Marselha, segunda cidade mais importante, no sul da França, deveria também seguir o exemplo de Estraburgo, de forma a reduzir o número de contaminações na  região de Bouches du Rhône.

O  recolher  obrigatório  às 18 horas, já  está em vigor noutros quinze distritos franceses, sobretudo no leste da França.

Em declarações  efectuadas na  quinta-feira, o Primeiro-ministro francês, Jean Castex, não excluiu  a eventualidade  de implementar  mais restrições à circulação de pessoas, em  caso de o número de hospitalizações por covid-19 , aumentar no decurso da próxima semana.

De acordo  com a Agência Nacional de Saúde  de França, os  hospitais acolhem nesta  altura 24.448 pacientes, para  cuidados contra o coronavírus.

Alvo de  críticas pela sua lentidão ,no início  da campanha de vacinação, o  executivo francês acelerou a sua cadência na matéria, bem como tem apelado as pessoas a vacinarem-se.

 Segundo a Agência Nacional  para Segurança dos  Medicamentos (ANSM) , até à data não se verificaram efeitos contrários no âmbito da campanha de vacinação  anti-covid, em França

Por outro lado, bares, restaurantes e espaços culturais permanecerão encerrados, pelo menos até ao mês de Fevereiro, segundo o governo francês que aposta numa  queda das contaminações para pôr um termo ao recolher obrigatório, nomeadamente na capital,Paris. 

Alargado período de recolher obrigatório em novos distritos de França

       

 

 

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.