Covid-19

Portugal e Cabo Verde impedidos de voar para a Inglaterra

 Londres, Reino Unido.
Londres, Reino Unido. © Pixabay / pierre9x6

O Governo britânico anunciou ontem a suspensão de ligações aéreas de Portugal e Cabo Verde para Inglaterra para tentar impedir a entrada da estirpe brasileira do SARS-CoV-2, proibindo também chegadas do Brasil e de outros países sul-americanos.

Publicidade

Uma interdição à entrada de pessoas da América do Sul entrou hoje de manhã em vigor no Reino Unido por causa de preocupações com uma nova estirpe do coronavírus considerada mais infecciosa.

As restrições também foram aplicadas a Portugal e Cabo Verde devido aos laços próximos com o Brasil.

O ministro dos Transportes britânico, Grant Shapps, explicou que esta é uma medida de precaução para não prejudicar o programa de vacinação porque não se sabe se a nova estirpe brasileira é resistente às vacinas.

“Queremos ser o mais claros possíveis: as pessoas não devem viajar de qualquer maneira nesta altura. Pensamos que a vacina continua a ser eficaz, mas não queremos complicações nesta altura. Foi por isso que tomámos esta decisão”, disse. 

Com estas medidas, o Reino Unido aperta ainda mais o controlo nas fronteiras. Já estava em vigor desde a semana passada uma interdição à entrada de passageiros de países sul africanos, incluindo Angola e Moçambique, devido à estirpe identificada na Africa do Sul.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI