Andebol

Andebol: Portugal eliminado no Mundial

Miguel Martins (direita), internacional português.
Miguel Martins (direita), internacional português. © AFP - ANNE-CHRISTINE POUJOULAT
Texto por: Marco Martins
5 min

A selecção portuguesa foi eliminada após ter sofrido uma derrota pesada por 23-32, ficando fora do campeonato do mundo de andebol masculino que decorre no Egipto.

Publicidade

Os Portugueses, que já perdiam no intervalo por 12-16, não conseguiram resistir aos franceses e acabaram por perder por 23-32. O melhor marcador foi Miguel Martins com 6 golos.

Em declarações recolhidas pela Federação Portuguesa de andebol, Paulo Jorge Pereira, seleccionador de Portugal, admitiu que faltou experiência aos seus pupilos. 

Paulo Pereira, seleccionador de Portugal

A selecção portuguesa terminou no terceiro lugar com 6 pontos, a dois da Noruega, e a quatro da França.

De referir que apenas os dois primeiros do Grupo 3 seguem para os quartos-de-final da prova.

Portugal, ao acabar no 3° lugar, vai ocupar um dos lugares entre o 9° e o 12°, esperando apenas pelo fim dos outros grupos para conhecer a classificação exacta.

Egipto nos quartos do 'seu' Mundial

A selecção egípcia alcançou o apuramento para os quartos-de-final após um empate a 25 golos frente à Eslovénia. Este resultado permitiu ao Egipto de terminar no segundo lugar com 7 pontos, atrás da Suécia com 8.

Não é a primeira vez que os egípcios alcançam um resultado destes, visto que em 2001, em França, acabaram no quarto lugar, e também terminaram no 6° lugar, por duas vezes, em 1995 na Islândia, e em 1997 no Japão.

Angola venceu sem jogar

Os angolanos venceram por 10-0 Cabo Verde num jogo a contar para a segunda jornada do Grupo PC1. Angola não defrontou Cabo Verde, mas venceu por 10-0 visto que os cabo-verdianos acabaram por desistir da prova devido a casos positivos de Covid-19.

Angola ocupa o terceiro lugar com 2 pontos no Grupo PC1 da Taça do Presidente, a fase de grupos para as equipas que terminaram nos últimos lugares na primeira fase da prova.

Na derradeira jornada, a 25 de Janeiro, os angolanos defrontam a Tunísia.

Um grupo onde estaria Cabo Verde, no entanto com a saída do Mundial, os cabo-verdianos perdem todos os jogos que faltavam disputar por 0-10.

Este grupo onde está Angola vai definir os lugares do 25° ao 32°, sabendo que o 32° lugar já pertence a Cabo Verde.

Rogério Moraes, internacional brasileiro.
Rogério Moraes, internacional brasileiro. © AFP - PETR DAVID JOSEK

Brasil, segunda derrota na segunda fase

A selecção brasileira perdeu por 24-31 frente à Alemanha. O melhor marcador do Brasil no jogo frente à Hungria foi Rogério Moraes com 6 golos apontados.

Recorde-se que na primeira jornada, o Brasil perdeu por 23-29 frente à Hungria, líder do Grupo 1. Os húngaros continuam na liderança com 8 pontos, à frente da Espanha com seis, da Polónia e da Alemanha com quatro. Hungria e Espanha já estão apuradas para os quartos.

O Brasil ocupa o quinto e penúltimo lugar com apenas um ponto. Na derradeira jornada os brasileiros vão defrontar o Uruguai.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI