Irão/Relações internacionais

Negociações sobre nuclear iraniano reatam em Viena sob bons auspícios

















Os Estados ainda signatários do acordo sobre o programa nuclear  participaram  no dia 6 de Abril em Viena nas negociações que visam relançar a normalização  do pacto assinado com Teerão em 14 de Julho de 2015.  O  reatamento das discussões entre iranianos  e norte-americanos, ocorridas em Viena de Áustria, tiveram a mediação dos  europeus.
Os Estados ainda signatários do acordo sobre o programa nuclear participaram no dia 6 de Abril em Viena nas negociações que visam relançar a normalização do pacto assinado com Teerão em 14 de Julho de 2015. O reatamento das discussões entre iranianos e norte-americanos, ocorridas em Viena de Áustria, tiveram a mediação dos europeus. via REUTERS - EU Delegation in Vienna

Estados Unidos voltaram  à mesa de negociações sobre o programa nuclear iraniano, por intermédio da Europa.Este primeiro encontro indirecto entre norte-americanos e iranianos em Viena, graças à mediação dos europeus, tem como objectivo salvaguardar o acordo entre o Irão e a grupo dos 5+1, assinado em Julho de 2015. Segundo um diplomata russo, que participou no encontro de terça-feira, as discussões foram frutuosas.

Publicidade

O embaixador russo junto da Agência Internacional de Energia Atómica, Mikhaïl Ulyanov, afirmou que, as negociações de 6 de Abril   destinadas a salvaguardar o Joint Comprehensive Plan of  Action (JCPOA), acordo assinado em Viena no dia 14 de Julho de 2015, entre o Irão e o grupo dos 5+1, sobre o programa nuclear iraniano, registaram um sucesso, embora seja necessário mais tempo para relançar definitivamente o pacto.

 

Apesar  de a nova administração norte-americana ter dado indícios de boa vontade, no que diz respeito à normalização do acordo, após a retirada dos Estados Unidos do pacto, em 8 de Maio de 2018,  as  discussões entre os representantes de Teerão e de Washington,ocorreram indirectamente, com a mediação dos Europeus, num luxuoso hotel da capital austríaca.

A  República Islâmica do Irão tinha previamente declinado toda e qualquer reunião directa com a delegação norte-americana. Rob Malley é o chefe da delegação dos Estados Unidos ,que se deslocou à Viena de Áustria.

 

No âmbito da iniciativa para resgatar o Plano de Acção Global Comum (JCPOA), as discussões do dia  6 de Abril de 2021, foram encetadas com uma reunião da comissão mista, na presença dos signatários do acordo de 2015, ou seja, Irão,Alemanha, França,Reino Unido, China e Rússia,sob a égide da União Europeia, representada pelo secretário-geral adjunto do Serviço de Assuntos Externos, Enrique Mora.

  Segundo um diplomata  europeu  em Viena, simultaneamente, reuniões de  peritos vão ter lugar durante duas semanas ou possivelmente um mês.

 O governo do Irão prometeu, que voltará a implementar o acordo sobre o seu programa nuclear, logo que forem levantadas as sanções, agravadas pela retirada dos Estados Unidos do plano comum, em Maio 8 de 2018.

 As sanções impulsionadas por Washington, têm asfixiado economicamente o Irão.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI