#Palestina

Palestina: Mahmoud Abbas anuncia adiamento de eleições

Mahmoud Abbas,  presidente da Autoridade Palestiniana
Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Palestiniana MOHAMAD TOROKMAN POOL/AFP/File

O presidente da Autoridade Palestiniana anunciou o adiamento das primeiras eleições no território palestiniano, em quinze anos. Mahmoud Abbas disse que o escrutínio só será realizado se Israel der permissão para a votação em Jerusalém Oriental.

Publicidade

As primeiras eleições palestinianas só terão lugar se Israel permitir o escrutínio em Jerusalém Oriente, afirmou Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Palestiniana.

“Nós decidimos adiar a data das eleições até que (...) o nosso povo possa exercer o direito cívico em Jerusalém'', declarou Mahmoud Abbas no final de um encontro com a Organização Para a Libertação da Palestinas  para discutir as eleições legislativas previstas para 22 de Maio.

As eleições legislativas tinham sido anunciadas no mês de Janeiro e faziam parte do projecto de reconciliação entre a Fatah, partido de Mahmoud Abbas, e os islamitas do Hamas, as duas principais forças políticas. 

Em comunicado, o Hamas referiu que a Fatah e o presidente da Autoridade Palestiniana “têm total responsabilidade” pelo adiamento das eleições, considerando que a decisão é “um golpe” contra o acordo de reconciliação assinado entre as partes. 

De acordo com a AFP, centenas de pessoas saíram às ruas de Ramallah para contestar o adiamento das eleições legislativas. 

Após as últimas eleições de 2006, as tensões entre os dois lados palestinianos conduziram a confrontos e uma divisão geográfica de poder entre a Autoridade Palestiniana, controlada pela Fatah e que fica na Cisjordânia ocupada, e o Hamas, que controla a Faixa de Gaza.

No total, mais de trinta listas eleitorais concorrem às eleições legislativas, incluindo duas correntes que desafiam a liderança da Fatah: a do adversário de longa data Mohammad Dahlane, exilado nos Emirados, e a do sobrinho de Yasser Arafat, Nasser al-Kidwa.

Além dessas duas correntes, Mahmoud Abbas enfrenta o Hamas, que controla a Faixa de Gaza, território de 2 milhões de habitantes. O Hamas procura estender sua influência na Cisjordânia, onde vivem 2,8 milhões de palestinianos, nomeadamente no quadro de um governo de união com a Fatah.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI