União Europeia/Rússia/relações internacionais

União Europeia convoca embaixador russo para explicações sobre retaliação

A  sede da Comissão Europeia  em Bruxelas. A União Europeia condenou as sanções decididas pela Rússia contra personalidades do bloco europeu.
A sede da Comissão Europeia em Bruxelas. A União Europeia condenou as sanções decididas pela Rússia contra personalidades do bloco europeu. REUTERS - Francois Lenoir

Bruxelas  decidiu convocar o embaixador da Rússia para a União Europeia, depois de Moscovo ter aplicado  sanções a oito nacionais,incluindo altos dirigentes, do bloco europeu.  

Publicidade

De acordo com o porta-voz da União Europeia, Peter Stano, as sanções decididas pela Rússia contra oito  personalidades, incluindo altos dirigentes da União Europeia, são evidentemente políticas e carecem de uma justificação jurídica.

Stano afirmou que, a União condena e rejeita a decisão tomada pelas autoridades de Moscovo.

A  Rússia decidiu,na sexta-feira, proibir a entrada, no seu território, de  doito  dirigentes da União Europeia, nomeadamente o presidente do Parlamento Europeu, David Sassoli, e Vera Jourova, vice-presidente da Comissão de Bruxelas, como retaliação às sanções da União Europeia por abusos, incluindo a detenção do opositor Alexeï Navalny.

A convocação do embaixador russo junto da União Europeia, tem como objectivo a condenar as sanções de Moscovo.

Na dia 30 de Abril a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, bem como o presidente do Conselho Europeu, Charles Michel, divulgaram num comunicado que o bloco europeu responderia apropriadamente.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI