Escócia

Partidos independentistas ganham na Escócia e pedem novo referendo

La Première ministre écossaise sortante Nicola Sturgeon, le 7 mai 2021.
La Première ministre écossaise sortante Nicola Sturgeon, le 7 mai 2021. AFP - ANDY BUCHANAN

O Partido Nacional Escocês ganhou as eleições no Parlamento escocês e embora não tenha conseguido a maioria absoluta, os resultados de outros partidos também favoráveis à independência deixam antecipar um novo referendo nos próximos meses.

Publicidade

"O povo da Escócia votou para dar aos partidos pró-independência uma maioria no Parlamento. Não há agora qualquer justificação democrática para que Boris Johnson ou quem quer que seja tente bloquear o direito do povo escocês de escolher o seu futuro", disse Nicola Sturgeon, primeira-ministra da Escócia e líder do Partido Nacional Escocês (SNP).

Apesar de o SNP não ter alcançado a maioria absoluta, conseguindo 64 dos 129 lugares do Parlamento escocês, os Verdes, também favoráveis a um afastamento do Reino Unido, conseguiram eleger oito deputados, garantindo assim a maioria absoluta para a provação da realização do referendo. Os conservadores elegeram por seu lado 31 deputados, não conseguindo assim bloquear um eventual escrutínio.

A última palavra sobre a organização deste referendo, caso o Parlamento escocês aprove a sua realização, será de Londres, embora o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, tenha já dito que esta é uma votação que se faz "uma vez por geração".

Em 2014, 55% dos escoceses disseram não à saída do Reino Unido, mas o SNP defende que após o Brexit as opiniões mudaram e que cerca de 62% da população seria favorável à saída.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI