Timor Leste

Timor Leste: Aumento de casos de Covid poderá implicar mais medidas

Vacinas contra a Covid-19 começaram já a chegar a Timor Leste.
Vacinas contra a Covid-19 começaram já a chegar a Timor Leste. Christof STACHE AFP

Timor Leste registou hoje mais 140 casos de Covid-19, a grande maioria na capital. O governo deve amanhã deliberar se estende algumas medidas restritivas, nomeadamente o confinamento obrigatório vigente em Díli, para outras áreas do país.

Publicidade

 

A capital vive em plena cerca sanitária e é suposto os doentes de Covid cumprirem um isolamento, medidas que muitas vezes seria desrespeitadas.

As deslocações a partir e rumo a Díli estão proibidas, medidas que poderiam ser alargadas a todas áreas deste país asiático.

Nesta terça-feira Timor Leste registou novos 140 casos de infecção, a esmagadora maioria na capital, 6 em Covalima, 2 em Baucau e 2 também em Liquiçá.

Celisse Maria vive na capital timorense e atribui a situação ao grande número de pessoas assintomáticas e ao pouco respeito das medidas restritivas.

Celisse Maria, habitante de Díli, 11/5/2021

 

"O estado de emergência tem estado a ser renovado" (...) com implicações "económicas, para a liberdade das pessoas, a situação política. Num país novo como Timor Leste há pessoas que tentam utilizar esta situação para manifestar o descontentamento deles." 

Ela admite que a situação económica é frágil, com muitas complicações a gerir para o governo. O executivo procura dar uma série de ajudas, uma cesta básica, nomeadamente, apoios aos alunos em Díli que não conseguem regressar a casa.

Celisse Maria refere que não é, necessariamente, um confinamento estrito a ser cumprido escrupulosamente pela população. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI