Rússia/relações internacionais

Encontro entre russos e norte-americanos em Conselho do Árctico

O ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov, sem máscara, cumprimenta o seu homólogo norte-americano Antony Blinken,no decurso do encontro do Conselho do Ártico em Reykyavik, no dia 20 de Maio de 2021.
O ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Lavrov, sem máscara, cumprimenta o seu homólogo norte-americano Antony Blinken,no decurso do encontro do Conselho do Ártico em Reykyavik, no dia 20 de Maio de 2021. AP - Saul Loeb

No âmbito do Conselho do Árctico que reúne a Rússia, o Canadá, a Islândia, a Dinamarca, a Finlândia, a Noruega e a Suécia, cujo encontro decorreu em Requiavique os chefes das diplomacias russa e norte-americana defenderam uma cooperação pacífica entre os membros, de forma a preservar a região.   

Publicidade

O chefe da diplomacia da Rússia Sergueïl Lavrov, cujo país assume a  partir de 20 de Maio de 2021 a presidência rotativa do Conselho do Árctico, saudou a postura do seu homólogo norte-americano, Anthony Blinken, que defende uma cooperação pacífica entre as nações envolvidas na exploração dos recursos da região.

Lavrov considerou  que  para além das questões ambientais e científicas, os  países membros do Conselho do Ártico devem também reatar os encontros, no que diz respeito à esfera militar.

O ministro dos Negócios Estrangeiros russo, avistou-se a 19 de Maio com Anthony Blinken, numa altura em que as relações entre a Rússia e os Estados Unidos caracterizam-se pela  tensão.

Blinken qualificou  de "construtivo" o seu encontro com Lavrov e realçou a necessidade de cooperação com a Rússia, bem como os outros países membros  do Conselho  do Árctico.

O chefe da  diplomacia russa, sublinhou após o encontro com Blinken, que ambas as partes compreenderam a necessidade de normalizar as relações entre a Rússia e os Estados  Unidos.

Sergueï Lavrov realçou contudo que, a normalização não será fácil.

Lavrov não especificou se a Rússia aceitou formalmente o convite de Washington, para uma cimeira entre os presidentes Vladimir Putin e Joe Biden.

O  porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov saudou os "sinais positivos" do encontro entre Sergueï Lavrov e Anthony Blinken em Requiavique, na perspectiva de uma normalização das relações entre Moscovo e Washington.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI