Portugal

Dia de Portugal: Presidente recebe mensagens de homólogos africanos

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa participa nas Comemorações oficiais do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, na cidade do Funchal na Madeira, 10 de Junho de 2021.
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa participa nas Comemorações oficiais do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, na cidade do Funchal na Madeira, 10 de Junho de 2021. LUSA - HOMEM GOUVEIA

O Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, discursou esta quinta-feira na Madeira numa cerimónia militar comemorativa do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. Os homólogos angolano, cabo-verdiano e guineense dirigiram mensagens ao chefe de Estado português.

Publicidade

Marcelo Rebelo de Sousa apelou no seu discurso do 10 de Junho a que se volte a construir "o tecido social ferido pela pandemia" e não se desperdice fundos europeus transformando-os numa "chuva de benesses para alguns".

"A terra, esta terra exige mais de nós, que o não esqueçamos nos próximos anos, não nos limitando a remendar o tecido social ferido pela pandemia. Reconstruamos esse tecido a pensar em 2030, 2040, 2050", declarou o chefe de Estado português, na cerimónia militar comemorativa do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas, no Funchal.

Na Madeira, o Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa recebeu mensagens de homólogos africanos

O Presidente angolano, João Lourenço, destacou o percurso "notável" de Portugal, que o tornou uma referência ao nível da tecnologia ciência e turismo, e congratulou-se com a "vitalidade crescente" entre os dois países.

A mensagem de João Lourenço é dirigida ao Presidente português, Marcelo Rebelo de Sousa, a propósito das comemorações, desta quinta-feira, do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas.

Também o Presidente guineense, Umaro Sissoco Embaló, disse numa mensagem alusiva a este dia que quer Portugal como parceiro “singular e privilegiado” em todas as áreas da cooperação. Marcelo Rebelo de Sousa realizou em Maio uma visita oficial à Guiné-Bissau, a primeira feita por um chefe de Estado português em 30 anos, depois de Umaro Sissoco Embaló ter feito uma a Portugal, em Outubro, de 2020.

O Presidente cabo-verdiano enaltecendo, numa mensagem enviada ao homólogo português o nível das relações bilaterais e da parceria estratégica de Cabo Verde com uma “grande nação amiga”.

Jorge Carlos Fonseca sublinhou a importância da data “para todos os falantes de língua portuguesa”, o chefe de Estado cabo-verdiano e presidente em exercício da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) aponta o objectivo de, em conjunto, “fortalecer os laços de amizade e de solidariedade”.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI