Afeganistão/Política

Talibãs querem retirada total de tropas estrangeiras de Afeganistão

 Tropas norte-americanas nas vésperas do Natal de 2017, na base  de Bagram, no Afeganistão. Os norte-americanos devem concluir a sua retirada total do Afeganistão  a 11 de Setembro de 2021. Pofr essa altura, os talibã desejam que, todos os outros militares estrangeiros já  tenham abandonado o território afegão.
Tropas norte-americanas nas vésperas do Natal de 2017, na base de Bagram, no Afeganistão. Os norte-americanos devem concluir a sua retirada total do Afeganistão a 11 de Setembro de 2021. Pofr essa altura, os talibã desejam que, todos os outros militares estrangeiros já tenham abandonado o território afegão. AP - Rahmat Gul

Os talibã em luta contra o governo de Cabul reiteraram  sábado um apelo para que, todas tropas estrangeiras partam do Afeganistão, depois de 11 de Setembro, data-limite estabelecida para a partida definitiva dos militares norte-americanos. Os islamistas afegãos afirmaram que, cabe somente aos nacionais garantir a segurança do país asiático.  

Publicidade

Num comunicado divulgado  a 12  de Junho  de 2021, o auto denominado  "Emirado Islâmico", ou seja os talibã,  afirma que,  cada polegada  do território  afegão , incluindo a segurança dos aeroportos, representações diplomáticas e embaixadas estrangeiras, deve ser colocada sob a responsabilidade dos afegãos.

Segundo os media turcos, a advertência dos talibã ocorre depois daTurquia ter proposto,na semana que findou,a manutenção de forças estrangeiras no território afegã,o de forma a garantir a segurança do aeroporto de Cabul.

Os  talibã consideram que toda e qualquer presença de militares estrangeiros no território do seu país "é inaceitável para o povo afegão e  o Emirado Islâmico".

De acordo com os islamistas afegãos, se tal vir a acontecer, eles reagirão adequadamente.

Em declarações efectuadas durante a semana, o ministro turco da Defesa,Hulusi Akar, realçou que as autoridades de Ancara desejavam manter uma presença militar no Afeganistão, sobretudo no aeroporto de Cabul, tido como a principal porta de entrada e de saída do país encravado no coração da Ásia central, se a NATO comprometer-se  a prestar um apoio logístico e financeiro.

Akar afirmou que,  a referida eventualidade ,já abordada  com os Estados Unidos,  será evocada no dia 14 de Junho de 2021, no decurso da cimeira  da Organização do Tratado do Atântico Norte (NATO) em Bruxelas.

A Austrália decidiu encerrar a sua embaixada em Cabul e repatriar todo pessoal, no âmbito da retirada das tropas estrangeiras do Afeganistão.

Segundo o ministério do Interior afegão, duas explosões visando dois mini-autocarros ocorreram na tarde de 12 de Junho de 2021, no oeste da Cabul.

Os atentados provocaram vários mortos e feridos, embora não se saiba com exactidão o número de vítimas. As duas operações não foram reivindicadas.

Os analistas regionais, receiam que uma vez as tropas estrangeiras retiradas integralmente do Afeganistão, o país mergulhe numa guerra civil total.      

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI