Geopolítica

Uma cimeira planeada ao milímetro entre Washington e Moscovo

Os presidentes Vladimir Putin e Joe Biden estão hoje reunidos em Genebra num cimeira muito antecipada.
Os presidentes Vladimir Putin e Joe Biden estão hoje reunidos em Genebra num cimeira muito antecipada. AP - Patrick Semansky

Os presidentes da Rússia e dos Estados Unidos encontram-se hoje em Genebra, num altura em que as relações entre os dois países nunca estiveram tão tensas no pós-Guerra Fria.

Publicidade

A reunião entre o Presidente norte-americano e o Presidente russo começou às 13 horas locais e decorre na Villa La Grange, um palácio do século XVIII com vista para o lago de Genebra.

Na agenda, a crescente tensão entre os dois países, especialmente em tópicos como a Ucrânia e a Bielorrússia. Joe Biden promete explicar as linhas vermelhas dos Estados Unidos e Putin diz esperar que o novo Presidente seja menos impulsivo que o seu predecessor, Donald Trump.

O encontro foi preparado ao detalhe. As discussões devem durar entre quatro a cinco horas, mas os dois chefes de Estado não vão comer juntos. As pausas para café, assim como o mobiliário ou até os auscultadores da tradução simultânea foram negociados meticulosamente entre Washington e Moscovo.

Vladimir Putin e Joe Biden chegara esta quarta-feira ao acordo quanto ao regresso dos seus embaixadores nos respectivos países.

As equipas dos dois presidentes têm direito exactamente ao mesmo número de salas e  metros quadrados, algo que não é meramente simbólico para a Rússia.

Este é o primeiro encontro de Biden e Putin nas suas actuais funções. O último encontro entre os dois aconteceu em 2011, altura em que Biden era vice-presidente e que Putin era ainda primeiro-ministro.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI