Haiti/ Politique

Novo governo de união nacional vai preparar eleições antecipadas no Haiti

Ariel Henry,  de 71 anos, foi escolhido para ser  o Primeiro-ministro do novo governo de União Nacional do Haiti a  partir  de 20 de Julho de 2021 , que vai ser encarregado  de organizar eleições gerais antecipadas.
Ariel Henry, de 71 anos, foi escolhido para ser o Primeiro-ministro do novo governo de União Nacional do Haiti a partir de 20 de Julho de 2021 , que vai ser encarregado de organizar eleições gerais antecipadas. © Twitter / @ArielHenryPM

No Haiti, o Primeiro-ministro interino, Claude Joseph,  que governou o país logo a seguir ao assassínio do presidente Jovenel Moïse, apresentou a sua demissão na segunda-feira para dar lugar a um novo governo  que  será incumbido  de preparar  as  eleições, com o objectivo de criar um clima de estabilidade política no país das Caraíbas.    

Publicidade

Na terça-feira, 20 de Julho de 2021, Claude Joseph que desempenhou interinamente as funções de Primeiro-ministro  do Haiti, abandonou oficialmente o  cargo para dar lugar ao  governo que  deverá  preparar as  eleições antecipadas.

O novo governo haitiano é chefiado por Ariel Henry, que tinha sido originalmente indigitado pelo malogrado presidente Jovenel Moïse para exercer o cargo, antes da sua morte por assassínio a 7 de Julho de 2021, no seu  domicílio  de Port-au-Prince.

A  demissão de Claude Joseph,  anunciada no dia 19  de  Julho,  suscitou esperanças no que diz respeito à incerteza  que pairava sobre o futuro do Haiti.

Muito influentes no Haiti, os  Estados Unidos, pressionaram nos bastidores Joseph  para  que ele abandonasse o cargo a favor de um governo de transição com  a incumbência de organizar eleições.

O porta-voz do Departamento de Estado norte-americano, Ned Price, considerou que a formação de um governo  de união nacional, é um passo positivo para  estabilizar o Haiti.

Sem parlamento em actividade e na falta de um processo constitucional de sucessão presidencial, o Haiti  mergulhou  numa crise profunda com o assassínio de Jovenel Moïse.

A formação de um governo haitiano de união nacional, é o resultado de vários dias de negociação entre Claude Joseph e Ariel Henry.

Henry sublinhou que a  principal tarefa do novo governo, será a de organizar o  mais depressa possível eleições gerais.

Não foi ainda estabelecida a data das eleições, que  serão  presidenciais, legislativas e autárquicas.

A escolha de Ariel Henry para Primeiro-ministro do governo de união nacional haitiano, foi o resultado  da pressão exercida pelos embaixadores do chamado "Core Group"(Grupo Central), formado  pela França, Estados Unidos e as Nações Unidas,a favor de Henry.

Neurocirurgião de profissão, Ariel Henry tem 71 anos de idade  e  desempenhou anteriormente as funções de ministro do Interior e  ministro do Trabalho.

O  ex-Primeiro-ministro interino, Claude Joseph, voltará a ocupar a pasta de chefe da diplomacia do Haiti, sua anterior função durante a presidência de Jovenel  Moïse.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI