Afeganistão

Afeganistão lança ofensiva para expulsar talibãs de Lashkar Gah

Afeganistão lança ofensiva para fazer recuar talibãs de Lashkar Gah.
Afeganistão lança ofensiva para fazer recuar talibãs de Lashkar Gah. Hoshang Hashimi AFP/Archivos

O exército afegão contra-ataca e prepara uma ofensiva para expulsar os talibãs da cidade de Lashkar Gah, a operação ocorre um dia depois dos atentados suicidas em Cabul. A maior explosão deu-se junto à casa do ministro da Defesa, pelo menos 12 pessoas morreram e 22 ficaram feridos, os atentados já foram reivindicados pelos talibãs.

Publicidade

Esta quarta-feira, as forças governamentais afegãs lançaram ataques aéreos, apoiados pelos Estados Unidos da América, num esforço para defender a cidade de Lashkar Gah.

 

É a resposta às várias explosões que atingiram ontem um bairro residencial no centro da capital, perto da Zona Verde de alta segurança, em Cabul. A maior explosão deu-se junto à casa do ministro da Defesa, pelo menos 12 pessoas morreram e 22 ficaram feridas.

Segundo as autoridades afegãs, todos os atacantes morreram durante os atentados, que já foram reivindicados pelos talibãs.

Nos últimos três meses os talibãs conseguiram tomar cerca de 125 posições nos vários distritos, a maior conquista em duas décadas de guerra, assim como mantêm ataques contra várias capitais provinciais como Kandahar, Lashkar Gah e Herat.

Face à escalada de violência, o governo afegão anunciou na terça-feira que vai pedir à comunidade internacional para ajudar o país a encontrar uma solução política com os talibãs e o fim da guerra em duas conferências em Doha.

O Conselho de Segurança da ONU também está preocupado com a grave situação que se vive no Afeganistão, na sequência da ofensiva militar lançada pelos talibãs, e instou os rebeldes e o governo a negociar.

O aumento da violência talibã coincide com o início da fase final da retirada das tropas estrangeiras do Afeganistão.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI