Vaga de calor intenso não dá tréguas à Grécia e à Turquia

Acrópole de Atenas, Grécia. 4 de Agosto de 2021.
Acrópole de Atenas, Grécia. 4 de Agosto de 2021. AFP - LOUISA GOULIAMAKI

A Grécia e a Turquia estão a viver uma intensa vaga de calor e vários incêndios. O Primeiro-ministro grego fala na “pior vaga de calor desde 1987” e a Turquia também está a ser afectada pelos mais graves incêndios em uma década.

Publicidade

As autoridades gregas pediram, esta quarta-feira, aos residentes de Atenas para ficarem em casa e fecharem as janelas devido ao aumento de poluição no ar provocada pelos incêndios nos arredores da capital. Mais de 500 bombeiros, apoiados por nove helicópteros, cinco aviões e reforços do exército e da polícia, continuam a tentar dominar um incêndio no Monte Parnitha, nos arredores da capital. Ontem, três aldeias foram mesmo evacuadas.

Desde 29 de Julho, a Grécia está a viver uma vaga de calor com temperaturas inéditas em mais de três décadas. As temperaturas ultrapassaram os 40 graus Celsius mas, de acordo com o ministro da Protecção Civil, Nikos Hardalias, a situação parece estar a melhor ligeiramente esta quarta-feira com ventos menos fortes e mas humidade no ar.

Segundo o primeiro-ministro, Kyriakos Mitsotakis, esta é a "pior vaga de calor intenso desde 1987", acompanhada por vários incêndios que provocaram danos materiais e estragos na época turística depois de mais de um ano de crise económica provocada pela pandemia. Ontem, os espaços arqueológicos passaram a estar fechados às horas mais quentes do dia.

A Turquia também está a ter os piores incêndios em uma década, que estão a destruir florestas, terras agrícolas e até zonas habitadas nas costas dos mares Mediterrâneo e Egeu. De acordo com o jornal Le Parisien, este ano arderam, pelo menos, 95 mil hectares contra uma média de 13.516 até ao verão entre 2008 e 2020.

Ancara está a ser alvo de críticas por ter deixado deteriorar-se a sua frota de aviões Canadair nos últimos anos, estando a contar com ajuda de aparelhos russos, ucranianos, azeris, iranianos e, agora, três canadair da União Europeia para lutar contra os incêndios.

Em Itália, a seca e o calor intenso também estão a marcar o verão e foram registadas mais de 800 ocorrências de fogos nos últimos dias.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI