Catástrofe Natural

Número de mortos em sismo no Haiti sobe para mais de 700

O sismo atingiu severamente o Sul do país.
O sismo atingiu severamente o Sul do país. AFP - STANLEY LOUIS

O terramoto de magnitude 7.2 na escala de Richter fez-se sentir às 08:30, horas locais, e afectou a parte Sul do país, a cerca de 160 quilómetros da capital Porto Príncipe. O país, afetado por uma crise social e política, decretou estado de emergência.

Publicidade

A proteção civil do Haiti atualizou o número de mortos e feridos na sequência do terramoto de magnitude 7.2 na escala de Richter e revelou que morreram pelo menos 724 pessoas e mais de 2.800 pessoas ficaram feridas.

A busca por sobreviventes continua na região a Sul do país, mais afetada pelo terramoto. Segundo relatos dos habitantes locais, espeecialmente em cidades como Saint-Louis-du-Sud, as casas colapsaram, assim como muros e edifícios públicos, incluindo igrejas. As réplicas continuam a acontecer na região.

O país declarou estado de emergência pour um mês, com o primeiro-ministro, Ariel Henry, a pedir aos haitianos que não entrem em pânico.

Os hospitais locais, completamente cheios, já estão a receber medicamentos e reforço de pessoal médico vindo da capital. Ariel Henry já pediu aos gangues de criminosos que controlam parte da estrada para o Sul que deixem passar a ajuda humanitária .

De forma a socorrer as populações, vários países já enviaram equipas de salvamento para o terreno, como o Equador, Republica Dominicana, México, Peru, Argentina e Venezuela, mas a tempestade tropical Grace está a chegar ao Haiti, causando possíveis inundações e dificultando as operações.

Também os Estados Unidos já manifestaram a sua solidariedade com o Haiti. "Lamento este terramoto devastador" no Haiti, afirmou o Presidente Joe Biden em comunicado, no qual afirma que ordenou "uma resposta imediata dos Estados Unidos" para avaliar e socorrer os feridos.

Em 2010, um sismo de magnitude 7 devastou a capital e várias cidades do interior. Mais de 200.000 pessoas morreram e mais de 300.000 outras ficaram feridas no desastre.

Há cerca de um mês, o Presidente do Haiti, Jovenel Moise foi assassinado em sua casa por um comando armado, chocando o país, que para além da pobreza, luta agora contra a pandemia da covid-19.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI