Afeganistão

Talibã anunciam ofensiva contra bastião da resistência

Treino militar na zona do Panshir.
Treino militar na zona do Panshir. AFP - AHMAD SAHEL ARMAN

Os talibã anunciaram, este domingo, que vão lançar uma ofensiva contra a província de Panshir, no nordeste do Afeganistão, a única zona que ainda resiste. Nesta região, a resistência está a ser organizada sob as ordens do filho do comandante Massoud.

Publicidade

Os talibã anunciaram, no Twitter, que “centenas” dos seus combatentes se dirigem para a província de Panshir, a nordeste de Cabul, uma das raras zonas do país que ainda não está sob o seu controlo.

Conhecido como um bastião de resistência contra os talibã, o vale de Panshir é dominado pela Frente Nacional de Resistência (FNR), controlado por duas figuras emblemáticas do Afeganistão: o ex-vice-Presidente Amrullah Saleh e o filho do célebre comandante Massoud, Ahmad Massoud.

O filho do antigo comandante que resistiu aos soviéticos nos anos 80, que lutou contra os Taliban e que acabou por ser morto pela Al Qaeda, pediu um apoio internacional para lutar contra os talibã, nomeadamente armas e munições aos Estados Unidos. Ahmad Massoud avisou que se os talibã não cederem, poderá haver uma guerra civil já que se encontra acompanhado por soldados do exército afegão e antigos membros das forças especiais afegãs.

“Estamos dispostos a defender o Afeganistão e alertamos contra um banho de sangue”, declarou, este domingo, Ahmad Massoud ao canal Al-Arabiya, de acordo com o britânico The Guardian. “Enfrentámos a União Soviética e podemos enfrentar os Talibã”, afirmou.

Ahmad Massoud pede, por isso, a formação de um governo inclusivo e avisa que uma “guerra civil” é inevitável se os Talibã recusarem o diálogo.

Os talibã nunca conseguiram entrar na província de Panshir.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI