Manifestação

Angolanos em França reclamam "eleições livres, justas e transparentes"

Manifestantes angolanos em frente ao Consulado Geral da República de Angola em Paris.
Manifestantes angolanos em frente ao Consulado Geral da República de Angola em Paris. © RFI

A diáspora angolana em Paris manifestou-se esta sexta-feira, 24 de Setembro, em frente ao Consulado de Angola em Paris para reclamar "eleições livres, justas e transparentes".

Publicidade

Em frente ao Consulado Geral da República de Angola em Paris juntaram-se duas dezenas de manifestantes para pedir ao governo angolano que ouça a diáspora, como explica o co-organizador do protesto, Emanwell Mayassi.

"Queremos eleições livres, justas e transparentes. Não queremos aquela lei geral eleitoral que foi aprovada há pouco e que facilita a fraude eleitoral, em benefício do partido no poder", descreveu Emanwell Mayassi, coordenador para informação e comunicação da União da Diáspora Angolana (UDA).

A comunidade angolana reivindica um círculo eleitoral independente para a diáspora, " porque há países que têm deputados na diáspora, a França tem onze deputado e tantos outros países africanos", completa Emanwell Mayassi.

"Estou aqui porque estou farta do que está a acontecer no nosso país e queremos liberdade. Queremos que a diáspora possa votar", contou-nos Angela Vunda.

"Estou vestido com as cores da pátria; vermelho, preto e amarelo. Visto a bandeira de Angola porque significa vestir e carregar o peso e responsabilidade da minha Nação. Temos o direito de voto e queremos votar", afirmou o activista Guido Bernardo.

Os representantes do Consulado de Angola em Paris ouviram os protesto, mas não houve diálogo entre as autoridades angolanas e os manifestantes.

Manifestantes angolanos em frente ao Consulado Geral da República de Angola em Paris.
Manifestantes angolanos em frente ao Consulado Geral da República de Angola em Paris. © RFI

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI