Reino Unido

Reino Unido alivia regras de imigração

Reino Unido vai dar vistos de trabalho temporário a 10.500 trabalhadores.
Reino Unido vai dar vistos de trabalho temporário a 10.500 trabalhadores. REUTERS - HENRY NICHOLLS

Perante uma crise crescente de falta de combustível, o Governo britânico recuou e aceitou aliviar as regras de imigração para atrair camionistas e trabalhadores para o sector alimentar. Mas sindicatos e empresas dizem que não são suficientes. 

Publicidade

Depois de semanas a resistir aos apelos de donos de restaurantes, supermercados, agricultores e muitos outros sectores, o Governo britânico cedeu e anunciou, na noite passada, que vai conceder até 10.500 vistos de trabalho temporário para responder à escassez de mão de obra.

A medida é vista como uma enorme inversão de marcha na política de imigração pós-Brexit.

Uma das principais bandeiras da saída da União Europeia era poder limitar a entrada de mão de obra barata europeia e assim forçar as empresas a formar trabalhadores britânicos e a pagar-lhes melhores salários.

Mas nas últimas semanas ficou evidente que este pode ser um processo longo. Estima-se que faltem 100 mil camionistas no mercado de trabalho, sem contar com outras centenas de milhar de vagas na apanha fruta e legumes, fábricas de processamento de carne ou cozinhas e serviço em cafés e restaurantes. 

Nos últimos dias, a falta de camionistas resultou no encerramento de postos de combustível. 

Rapidamente, o pânico instalou-se e os automobilistas começaram a encher os tanques, piorando a situação.

O Governo disse que os 5.000 vistos para camionistas e 5.500 para a avicultura são temporários e excepcionais para evitar escassez de produtos até ao Natal. 

Reportagem de Bruno Manteigas

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI