Estados Unidos evitam incumprimento com subida do limite da dívida

Congresso dos Estados Unidos. Washington DC, 12 de Outubro de 2021.
Congresso dos Estados Unidos. Washington DC, 12 de Outubro de 2021. Getty Images via AFP - CHIP SOMODEVILLA

Os Estados Unidos evitaram o cenário de incumprimento depois de o Congresso ter aprovado, esta terça-feira, a subida do limite da dívida pública federal. O presidente Joe Biden deverá assinar a lei esta semana.

Publicidade

O cenário de os Estados Unidos entrarem em inédito incumprimento, por incapacidade de obtenção de financiamento para o serviço da dívida, foi temporariamente afastado. Esta terça-feira, a Câmara dos Representantes aprovou o aumento do limite da dívida pública federal por 219 votos a favor e 206 contra.

O presidente Joe Biden deverá assinar a lei esta semana. No entanto, o aumento do limite da dívida está limitado até ao início de Dezembro, ou seja, o problema vai voltar a colocar-se antes do final do ano.

Na semana passada, o Senado já tinha aprovado o aumento de 480 mil milhões de dólares (416 mil milhões de euros), o que eleva a divida para 28,9 biliões de dólares.

O cenário de incumprimento poderia fragilizar a economia norte-americana e teria profundas consequências nos mercados financeiros internacionais, que assentam na confiança oferecida pela dívida pública dos Estados Unidos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI