Artes

"Entre Chien et Loup": a relação entre a beleza e as questões éticas

Áudio 10:47
"Entre Chien et Loup" de Christiane Jatahy
"Entre Chien et Loup" de Christiane Jatahy © MAGALI DOUGADOS

Qual é a relação entre a beleza e as questões políticas, sociais e éticas que a equipa artística e técnica da peça Entre Chien et Loup levam ao palco?

Publicidade

Presente desde o primeiro momento das criações da encenadora brasileira Christiane Jatahy, Thomas Walgrame é colaborador artístico, director de cenografia e do desenho de luz. A cenografia do espectáculo nasce do diálogo partilhado em conversas com Christiane Jatahy.

Do olha atento e cúmplice que constrói com a encenadora. A dramaturgia do espaço vai definir o espaço cenográfico e virtual que parte do cinema de Lars Von Trier, em Dogville. "No trabalho há um duplo desafio no desenho de luz que serve tanto teatro como cinema", descreve Thomas Walgrame.

O director fotográfico, Paulo Camacho, está em cena a filmar ao vivo o espectáculo. A câmara funde-se na cenografia e transforma-se  num elemento que aproxima o público das personagens em cena.

Em palco os actores multifacetados representam, interagem e manipulam a câmara, mas também são músicos, dirigidos por Vitor Araújo, cujo trabalho musical parte de uma rigidez formal para lutar contra essa rigidez que se liberta para que a música seja fluída.

"Entre Chien et Loup" de Christiane Jatahy conta uma história que já foi contada sem a repetir. Um desafio dos dez actores que sobem, todos os dias, ao palco da Autre Scène du Grand Avignon, no festival de teatro de Avignon.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI