Ciência

Angola: aplicativo "Umbrella" melhora segurança e mobilidade no trânsito

Áudio 11:39
Januário Agostinho, criou o aplicativo Umbrella destinado a melhorar as condições de segurança e mobilidade nas estradas de Angola
Januário Agostinho, criou o aplicativo Umbrella destinado a melhorar as condições de segurança e mobilidade nas estradas de Angola © Umbrella

O economista angolano Januário Agostinho, que trabalha com tecnologias aplicadas a finanças, criou o aplicativo "Umbrella" com o objectivo de melhorar a caótica segurança e mobilidade nos transportes públicos em Angola. O aplicativo, que aguarda homologação da entidade competente, permite reportar à polícia em tempo real, desmandos cometidos por passageiros, condutores e cobradores dos autocarros e táxis particulares e colectivos e no futuro será abrangente a todos os automobilistas em Angola, com uma maior gama de funções.

Publicidade

Em Angola, os táxis colectivos conhecidos como "Azul e Branco" são o meio de transporte por excelência, mas muitas vezes informais e a sua segurança é frequentemente questionada pelos utentes, com relatos de assaltos, maus tratos, incumprimento de rotas, especulação de preços, excesso de velocidade, desvio de rotas e inclui mesmo uma função "alarme - pânico"..

A solução foi encontrada por Januário Agostinho que criou o aplicativo "Umbrella", destinado a operar na mobilidade e segurança pública, e que já está operacional, aguardando só a sua homologação pelo governo

Com esta aplicação, todas as viaturas em Angola, que exercem a actividade de táxi, serão cadastradas, obterão um número de identificação de no máximo quatro digitos, para ser fácil de decorar, que será afixado nas partes frontal, lateral e por cima das viaturas, através do qual tanto os passageiros como a polícia e as associações de táxis vão poder aceder a toda a informação sobre o veículo, bem como os perfis dos motoristas e cobradores, de forma a garantir o melhor serviço aos passageiros.

Benefícios para os passageiros

Os passageiros vão poder classificar  o comportamento do motorista e cobrador;

Denunciar cobranças de preços exagerados, vias curtas, excesso de velocidade;

Os passageiros terão acesso a um botão pânico (alarme) caso sintam-se em perigo dentro da viatura.

Contacto directo com a polícia 

Todas as denúncias, classificações e botão de pânico serão directamente encaminhadas para o CISP – Centro integrado de Segurança Pública, com os dados de quem reporta e da geo-localização da viatura de onde surgiu a denúncia, o que permitirá o rastreio do veículo e garantir a segurança dos utilizadores da aplicação.

Os passageiros terão ainda acesso ao menu perdidos e achados onde poderão reportar ou encontrar items perdidos e achados no interior dos táxis ou na via pública.

Os utilizadores terão também acesso ao trânsito em tempo real e poderão partilhar a presença de obstáculos na via pública. 

O seu lançamento está previsto para breve e numa primeira fase estará disponível apenas em Luanda através das plataformas iOS, Android e Web e está prevista a disponibilização das mesmas funcionalidades para telemóveis que não são smartphones, através da tecnologia USSD.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI