Amnistia Internacional insta líderes europeus a pressionar a Índia

Áudio 07:53
A Amnistia Internacional organiza, esta quinta-feira, dia 6 de Maio, uma vigília no Porto para incitar os líderes europeus a pressionar o primeiro-ministro, Narendra Modi, a acabar com a perseguição e intimidação à sociedade civil no país.
A Amnistia Internacional organiza, esta quinta-feira, dia 6 de Maio, uma vigília no Porto para incitar os líderes europeus a pressionar o primeiro-ministro, Narendra Modi, a acabar com a perseguição e intimidação à sociedade civil no país. AP - Bikas Das

A Amnistia Internacional organiza, esta quinta-feira, dia 6 de Maio, uma vigília no Porto para incitar os líderes europeus a pressionar o primeiro-ministro, Narendra Modi, a acabar com a perseguição e intimidação à sociedade civil no país. A vigília antecede a Cimeira União Europeia-Índia, onde Narendra Modi vai participar remotamente. A Índia atravessa o pior período da pandemia de Covid-19, batendo recordes diários de números de infecções e mortes. 

Publicidade

Em entrevista à RFI, o Director executivo da Amnistia Internacional Portugal, Pedro Neto, diz que o objectivo desta vigília é obrigar as autoridades europeias e indianas a olhar para a situação dos direitos humanos na Índia. 

“Pressionar as autoridades europeias e indianas, o primeiro-ministro Narendra Modi, a olhar para a situação de direitos humanos que o país vive”.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI