Portugal: Madeira faz da adversidade da pandemia uma oportunidade

Áudio 08:54
Pelo menos 700 nómadas digitais afluíram à Madeira num programa iniciado em Novembro de 2020.
Pelo menos 700 nómadas digitais afluíram à Madeira num programa iniciado em Novembro de 2020. © Startup Madeira

De uma adversidade em curso, a pandemia de Covid-19 , fazer-se um trunfo económico...Tal foi a aposta da Madeira cujas autoridades têm atraído até ao arquipélago português centenas de trabalhadores remotos em tempos de confinamento em muitas paragens.

Publicidade

Na Madeira têm um acesso digital garantido para trabalhar, tendo como horizonte o mar e as montanhas . Têm, também, obviamente, a hipótese de saborear as iguarias insulares no restaurantes locais.

É o caso do tradicional peixe espada preto com banana, já que todos os estabelecimentos estão abertos ao público.

Rui Barreto, secretário da economia do governo regional, dá-nos conta da génese do projecto dos "Nómadas digitais" e do seu impacto na diversificação da economia, com um novo tipo de turismo, com uma estada superior à de um turista clássico.

Carlos Lopes Soares, presidente da Startup Madeira, incubadora de empresas, gere o projecto piloto a funcionar na Ponta do Sol, sudoeste da ilha, mas com vocação a alastrar para outras áreas do arquipélago, contou-nos os trunfos do território para atrair trabalhadores remotos.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI