Desporto

Giro: João Almeida e Ruben Guerreiro fizeram história na Volta a Itália

Áudio 07:31
João Almeida com a camisola cor-de-rosa e Ruben Guerreiro com a camisola azul foram os ciclistas portugueses em destaque no 'Giro'.
João Almeida com a camisola cor-de-rosa e Ruben Guerreiro com a camisola azul foram os ciclistas portugueses em destaque no 'Giro'. © AFP - LUCA BETTINI

A Volta a Itália em bicicleta, o ‘Giro’, terminou no passado fim-de-semana com o triunfo do britânico Tao Geoghegan Hart da equipa INEOS Grenadiers. Uma vitória que ocorreu no último dia, no contra-relógio de 15,7 quilómetros em Milão, em que acabou por ultrapassar o australiano Jai Hindley da equipa Team Sunweb.

Publicidade

Na geral individual, o vencedor da prova foi o britânico Tao Geoghegan Hart com 39 segundos de vantagem em relação ao australiano Jai Hindley e 1 minuto e 29 segundos em relação ao holandês Wilco Kelderman da equipa Team Sunweb.

Isto significa que o britânico de 25 anos vestiu a camisola cor-de-rosa apenas no pódio final da prova.

Uma situação particular quando se sabe que o português João Almeida da equipa Deceuninck-Quick Step envergou a ‘cor-de-rosa’ durante 15 dias, no entanto nas etapas mais complicadas na montanha, durante a última semana, acabou por ceder a camisola de líder.

O ciclista luso terminou no 4° lugar a 2 minutos e 57 segundos do vencedor da prova, tornando-se no melhor português na história da Volta a Itália, ao superar o registo de José Azevedo, que, em 2001, foi quinto. Recorde-se que Acácio da Silva, além de vencer cinco etapas e de ter liderado a prova, foi sétimo em 1986.

No que diz respeito à classificação da Juventude deste ‘Giro’ 2020, a camisola branca, o britânico Tao Geoghegan Hart venceu com 39 segundos de vantagem em relação ao australiano Jai Hindley e com 2 minutos e 57 segundos de vantagem em relação ao português João Almeida, 3° nesta classificação.

A prova contou com um outro português que venceu uma classificação: Ruben Guerreiro da equipa EF Pro Cycling conquistou a camisola azul da Volta a Itália em bicicleta, a classificação da montanha.

O português Ruben Guerreiro, de 26 anos, acabou no primeiro lugar na classificação de melhor trepador com 234 pontos.

Um feito inédito para Portugal em classificações secundárias de voltas a Itália, França e Espanha. As três grandes voltas no ciclismo mundial.

A RFI falou com Amaro Antunes, ciclista luso da W52-FC Porto, vencedor da Volta a Portugal edição 2020, e que participou no ‘Giro’ em 2019. Para o atleta de 29 anos é um orgulho ver dois jovens portugueses realizarem feitos históricos, ele que começa também a realizar que vencer a Volta a Portugal em bicicleta.

Amaro Antunes, ciclista português da W52-FC Porto 26-10-2020

Para Gonçalo Carvalho, ciclista português da equipa Rádio Popular-Boavista que participou em provas com Ruben Guerreiro e João Almeida, estes resultados são fantásticos.

Gonçalo Carvalho, ciclista português da Rádio Popular-Boavista 26-10-2020

De notar que a terceira grande Volta, a Vuelta em Espanha, decorre até 8 de Novembro e é liderada pelo equatoriano Richard Carapaz, que tem 27 anos.

Recorde-se que a Volta a França foi ganha pelo esloveno de 22 anos, Tadej Pogacar, enquanto a Volta a Itália foi arrecadada pelo britânico de 25 anos, Tao Geoghegan Hart. A juventude está no poder no ciclismo neste ano particular em que várias provas foram canceladas devido à pandemia de Covid-19.

João Almeida com a camisola cor-de-rosa e Ruben Guerreiro com a camisola azul foram os ciclistas portugueses em destaque no 'Giro'. Os dois atletas estão com Delmino Pereira (centro), Presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo.
João Almeida com a camisola cor-de-rosa e Ruben Guerreiro com a camisola azul foram os ciclistas portugueses em destaque no 'Giro'. Os dois atletas estão com Delmino Pereira (centro), Presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo. © LUSA - RODRIGO ANTUNES

DESPORTO 26-10-2020 MM

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI