Desporto

José Tomaz: «Cabo Verde tem jogadores para o futuro apesar desta decepção»

Áudio 07:40
A selecção cabo-verdiana realizou apenas um jogo no Egipto, uma derrota frente à Hungria por 27-34.
A selecção cabo-verdiana realizou apenas um jogo no Egipto, uma derrota frente à Hungria por 27-34. © AFP - ANNE-CHRISTINE POUJOULAT
Por: Marco Martins
24 min

O Campeonato do Mundo de andebol masculino, que decorreu no Egipto, ficou encerrado no passado domingo 31 de Janeiro com o triunfo da Dinamarca por 26-24 frente à Suécia na final da prova.

Publicidade

Os dinamarqueses conquistaram novamente o título mundial que tinham arrecadado pela primeira vez em 2019.

No terceiro lugar, e com a medalha de bronze, ficou a Espanha após ter vencido por 35-29 a França.

Recorde-se que a Selecção Francesa é recordista com seis títulos mundiais conquistados.

Quatro selecções lusófonas participaram na prova.

Portugal terminou no 10° lugar, sendo o melhor resultado de sempre da Selecção Portuguesa.

O Brasil ficou no 18° lugar, enquanto Angola acabou na 30ª posição.

Por fim, Cabo Verde terminou no 32° e último lugar, tendo apenas realizado um encontro, uma derrota frente à Hungria por 27-34, isto antes de desistir da prova devido a um número elevado de casos positivos de Covid-19.

Em entrevista exclusiva à RFI, José Tomaz, treinador português da Selecção Cabo-Verdiana, fez um balanço da prova para Cabo Verde e abordou as dificuldades pelas quais a Federação, os jogadores e a equipa técnica passaram.

José Tomaz, Seleccionador de Cabo Verde

A selecção cabo-verdiana de andebol masculino.
A selecção cabo-verdiana de andebol masculino. © AFP - ANNE-CHRISTINE POUJOULAT

De referir que Angola venceu apenas um dos sete encontros que realizou, foi frente a Cabo Verde na segunda fase da prova, num jogo que não foi disputado visto que os cabo-verdianos perderam todas as partidas por 10-0 após terem desistido do Mundial.

No que diz respeito aos melhores marcadores, o melhor lusófono foi o brasileiro Haniel Langaro com 30 golos apontados. Uma classificação arrecadada pelo Qatari Frankis Marzo com 58 tentos marcados.

Do lado dos melhores guarda-redes, o vencedor foi o português Humberto Gomes, de 44 anos, com mais de 43% de remates defendidos.

O próximo Campeonato do Mundo de andebol masculino vai decorrer na Polónia e na Suécia em Janeiro de 2023.

 

DESPORTO 01-02-2021 MM

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI