Desporto

Ciclismo: Tadej Pogačar venceu a Volta a França 2021

Áudio 11:20
O ciclista esloveno Tadej Pogačar (UAE-Team Emirates) venceu a Volta a França em bicicleta.
O ciclista esloveno Tadej Pogačar (UAE-Team Emirates) venceu a Volta a França em bicicleta. © Anne-Christine POUJOULAT AFP

O esloveno Tadej Pogačar (UAE-Team Emirates) venceu a Volta a França em bicicleta que terminou neste domingo 18 de Julho. O ciclista esloveno de 22 anos arrecadou o título pela segunda vez  consecutiva após aquele conquistado em 2020.

Publicidade

O ciclista esloveno, Tadej Pogačar, venceu com 5 minutos e 20 segundos de vantagem em relação ao dinamarquês Jonas Vingegaard (Team Jumbo-Visma) e com 7 minutos e 3 segundos de vantagem em relação ao equatoriano Richard Carapaz (INEOS Grenadiers).

Na geral individual, o melhor português foi Ruben Guerreiro (EF Education - Nippo) que terminou no 18° lugar a 54 minutos e 10 segundos do vencedor do Tour. Isto enquanto o também luso, Rui Costa, colega de equipa de Tadej Pogačar, terminou no 77° lugar a 2 horas 58 minutos e 29 segundos do esloveno.

Rui Costa, que venceu três etapas na Volta em França em 2013 e 2011, ajudou o líder da equipa UAE-Team Emirates, Tadej Pogačar, a vencer o Tour.

Em entrevista à RFI, o português de 34 anos, que participou pela 10ª vez na prova, mostrou-se feliz por esta nova experiência, ele que nem estava previsto para o Tour, tendo sido chamado à última hora.

Rui Costa, português da UAE-Team Emirates 19-07-2021

Rui Costa, ciclista português.
Rui Costa, ciclista português. © REUTERS - BENOIT TESSIER

Tadej Pogačar (UAE-Team Emirates) também venceu o Prémio da Montanha com 107 pontos. Uma classificação na qual Ruben Guerreiro (EF Education - Nippo) ficou no 22° lugar com 14 pontos.

O esloveno Tadej Pogačar arrecadou também a camisola branca da juventude. Como em 2020, o atleta da UAE-Team Emirates venceu três classificações, três camisolas diferentes.

A classificação por equipas foi arrecadada pela Bahrain - Victorious, à frente da EF Education - Nippo, equipa de Ruben Guerreiro. A equipa de Rui Costa, UAE-Team Emirates, ficou no 10° lugar.

A Volta a França em bicicleta contou com um segundo atleta português, Ruben Guerreiro (EF Education - Nippo), que terminou no 18° lugar a 54 minutos e 10 segundos do vencedor do Tour, sendo o melhor luso na geral individual.

Ruben Guerreiro (EF Education - Nippo) entrou em fugas e até esteve perto de vencer uma etapa, terminando no 5° lugar na 15ª etapa entre as cidades de Céret e de Andorra la Vella.

Em entrevista à RFI, o português de 27 anos fez um balanço positivo da participação na Volta a França.

Ruben Guerreiro, português da EF Education - Nippo 19-07-2021

Ruben Guerreiro, ciclista português da EF Education - Nippo.
Ruben Guerreiro, ciclista português da EF Education - Nippo. © Marco Martins/RFI

A camisola verde, por pontos, de melhor sprinter foi arrecadada pelo britânico Mark Cavendish (Deceuninck - Quick Step) com 337 pontos. Ruben Guerreiro terminou no 79° lugar com 20 pontos.

De notar que a 21ª e última etapa foi arrecadada pelo belga Wout van Aert (Team Jumbo-Visma) na chegada nos Campos Elísios, ele que venceu também mais duas outras etapas, a 20ª e a 11ª.

Passamos às outras modalidades,

No futebol,

A Taça Cosafa decorreu na África do Sul com a presença de Moçambique. Os Mambas terminaram no quarto lugar na prova. Na luta pela terceira posição, os moçambicanos perderam por 4-2 na marcação das grandes penalidades frente a Essuatíni, isto após o empate a uma bola no fim do tempo regulamentar.

Na final da competição, os sul-africanos venceram os senegaleses por 5-4 na marcação das grandes penalidades, isto após o empate sem golos no fim do tempo regulamentar e do prolongamento.

Recorde-se que nas meias-finais, Moçambique perdeu por 0-3 frente à Africa do Sul.

Prosseguimos com a Liga dos Campeões africanos da CAF de futebol,

Os egípcios do Al Ahly venceram por 3-0 os sul-africanos do Kaizer Chiefs e arrecadaram a Liga dos Campeões africanos pela 10ª vez, num jogo que decorreu em Casablanca, em território marroquino.

Continuamos com o futebol angolano,

O Petro de Luanda conquistou a Taça de Angola, vencendo por 2-0 o Interclube na final que decorreu no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda.

No automobilismo, na Fórmula 1,

O britânico Lewis Hamilton ao volante de um Mercedes venceu o Grande Prémio da Grã-Bretanha durante o fim-de-semana. O monegasco Charles Leclerc (Ferrari) acabou no segundo lugar, enquanto o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes) completou o pódio. O actual líder do Campeonato do mundo Max Verstappen ao volante de um Red Bull abandonou após um acidente no Grande Prémio.

O piloto dos Países Baixos continua na liderança do campeonato do mundo com 185 pontos, à frente do britânico Lewis Hamilton que totaliza 177 pontos, isto após 10 corridas.

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu o Grande Prémio da Grã-Bretanha.
O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu o Grande Prémio da Grã-Bretanha. LARS BARON POOL/AFP

É o ponto final neste Magazine Desporto.

DESPORTO 19-07-2021 MM

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI