Desporto

Viagem pela aldeia olímpica com as delegações Africanas lusófonas

Áudio 07:56
A sala de refeições da aldeia olímpica em Tóquio, Japão.
A sala de refeições da aldeia olímpica em Tóquio, Japão. Behrouz MEHRI AFP

Depois de ouvirmos Angola e Moçambique, continuamos a nossa viagem pela aldeia olímpica com as delegações da África Lusófona presentes em Japão. Hoje Miguel Martins esteve à conversa com as delegações de São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau e Cabo Verde.

Publicidade

Começámos com Leonardo Cunha, o chefe da missão olímpica de Cabo Verde, que nos falou das restrições impostas pelas medidas sanitárias, a todas as delegações olímpicas no Japão, e que estão a perturbar a competição dos atletas, sem esquecer a vertente social e de solidariedade que representam os Jogos, como nos relembra Mário Ferreira, o chefe da delegação guineense.

Por fim São Tomé e Príncipe onde Djamila Tavares foi oitava na série de 800 metros em atletismo feminino, conseguindo a sua melhor marca do ano e recorde pessoal. Djamila Tavares é uma dos 3 atletas que representam São Tomé e Príncipe que conta ainda na canoagem com 2 atletas, Buly Triste, Roque dos Ramos, que nos falaram dos objectivos para a competição e do orgulho que sentem em representar o país.

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI