Desporto

Atletismo: Liliana Cá, a paixão do disco

Áudio 12:48
Liliana Cá, atleta portuguesa.
Liliana Cá, atleta portuguesa. © AFP - BEN STANSALL

A temporada de atletismo ao ar livre está encerrada no que diz respeito às provas de alto nível. Hora de fazer balanços durante um ano em que as principais provas decorreram nos Jogos Olímpicos.

Publicidade

A RFI foi à descoberta de Liliana Cá, atleta portuguesa com origens guineenses, que terminou no quinto lugar no lançamento do disco em Tóquio nas Olimpíadas que decorreram no Japão.

Liliana Cá é a actual detentora do recorde nacional da modalidade com 66 metros e 40 centímetros, uma marca alcançada em Março de 2021 em Leiria.

2021 acabou por ser um ano com excelentes resultados para a atleta luso-guineense de 34 anos, que se sagrou Campeã de Portugal pela quarta vez, que ganhou em Huelva em Espanha o meeting Ibero-americano, bem como o concurso de lançadores em Split na Croácia e a prova do lançamento do disco no Campeonato da Europa por equipas em Chorzów na Polónia ou ainda a prova do Memorial de Lançamentos Kamila Skolimowska também na Polónia.

De notar ainda que Liliana Cá terminou no quinto lugar na final do lançamento do disco da Liga Diamante, a maior prova a nível internacional atrás dos Jogos Olímpicos, dos Campeonatos do Mundo ou dos Campeonatos da Europa.

E foi após uma das etapas da Liga Diamante, em Paris em França, em que Liliana Cá terminou no quarto lugar, que a RFI teve a oportunidade de falar com a atleta portuguesa que falou da sua prova parisiense mas sobretudo fez um balanço da sua temporada e da participação nos Jogos Olímpicos.

Liliana Cá, atleta portuguesa 08-10-2021

Liliana Cá também abordou as suas origens guineenses, ela que nos explicou como teve essa paixão pelo lançamento do disco.

Liliana Cá, atleta luso-guineense 08-10-2021

Liliana Cá, que nasceu a 5 de Novembro de 1986, tem uma agenda bem preenchida em 2022, estando já apurada para os Europeus de atletismo que vão decorrer em Munique na Alemanha de 15 a 21 de Agosto.

Liliana Cá, atleta luso-guineense.
Liliana Cá, atleta luso-guineense. © AFP - ANDREJ ISAKOVIC

Passamos às outras modalidades,

As eliminatórias para o Mundial de futebol de 2022 que vai decorrer no Catar prosseguem esta semana. Angola, Cabo Verde, Moçambique, Guiné-Bissau, Portugal e Brasil ainda estão na corrida para o apuramento.

No continente africano,

Os Tubarões Azuis deslocaram-se à Libéria e venceram por 1-2 num jogo a contar para a terceira jornada do Grupo C. Os golos cabo-verdianos foram apontados por Jamiro Monteiro e por Garry Rodrigues.

Na tabela classificativa a Nigéria lidera com seis pontos, enquanto Cabo Verde está no segundo lugar com quatro pontos.

No outro encontro do grupo, a Nigéria perdeu por 0-1 frente à República Centro-Africana.

Na próxima jornada, a 10 de Outubro, Cabo Verde recebe a Libéria.

Quanto aos Djurtus ocupam o segundo lugar no Grupo I com quatro pontos, isto após a derrota por 5-0 na deslocação a Marrocos num jogo a contar para a terceira jornada da fase de grupos antes do play-off de acesso ao Mundial de 2022.

Na tabela classificativa, Marrocos lidera com 6 pontos. No outro encontro do grupo, o Sudão e a Guiné Conacri empataram a uma bola.

Na próxima jornada, a 9 de Outubro, a Guiné-Bissau recebe a Selecção marroquina, no entanto o jogo vai decorrer em Casablanca, em território marroquino, uma vez que o estádio Nacional 24 de Setembro, em Bissau, foi interditado pela FIFA devido às suas condições.

No que diz respeito aos Mambas deslocam-se aos Camarões a 8 de Outubro num jogo a contar para a terceira jornada do Grupo D.

Na tabela classificativa, a Costa do Marfim lidera com quatro pontos. Os moçambicanos estão no quarto e último posto com um ponto.

Por fim, os Palancas Negras recebem o Gabão a 8 de Outubro num jogo a contar para a terceira jornada do Grupo F.

Na tabela classificativa a Líbia lidera com seis pontos. Angola ocupa o último lugar e ainda não pontuou.

Recorde-se que a primeira selecção de cada grupo segue para a terceira fase de apuramento para o Mundial de 2022 no Catar.

No continente europeu,

A Selecção portuguesa recebe o Luxemburgo a 12 de Outubro num jogo a contar para a sexta jornada. Portugal lidera o Grupo A com 13 pontos após 5 jogos realizados.

No continente sul-americano,

A Selecção brasileira deslocou-se ao terreno da Venezuela e venceu por 1-3. Na tabela classificativa, o Brasil, com nove triunfos em nove jogos, tem 27 pontos, enquanto os argentinos seguem na segunda posição com 19, isto após o empate sem golos entre a Argentina e o Paraguai.

Na próxima jornada, a 10 de Outubro, o Brasil desloca-se à Colômbia.

Continuamos no futebol com a Liga das Nações europeias,

A França vai defrontar a Espanha na final da prova neste domingo 10 de Outubro em Milão em território italiano.

Os franceses derrotaram por 3-2 a Bélgica nas meias-finais enquanto os espanhóis derrotaram a Itália por 2-1.

De notar que os belgas e os italianos vão lutar pelo terceiro lugar também no domingo 10 de Outubro.

No ciclismo de pista,

O português Rui Oliveira sagrou-se campeão europeu de scratch no campeonato da Europa a decorrer em Grenchen, na Suíça.

Terceira medalha para Portugal visto que Iúri Leitão sagrou-se vice-campeão europeu de pontos no campeonato da Europa e João Matias sagrou-se vice-campeão de eliminação nos Europeus de ciclismo de pista.

DESPORTO 08-10-2021 MM

É o ponto final neste magazine Desporto.

Liliana Cá, atleta lusa de 34 anos.
Liliana Cá, atleta lusa de 34 anos. © AFP - BEN STANSALL

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI