Resenha da Imprensa

Imprensa de olhos postos em Emmanuel Macron

Áudio 04:02
Primeira página do jornal Libération de 24/11/2020.
Primeira página do jornal Libération de 24/11/2020. © Libération

“Isto não é um desconfinamento” é o titulo do Libération. Numa primeira página escura, com título a capitais e com a imagem de Emmanuel Macron minúscula, dentro de um écran de computador portátil. Comércios, circulação, restaurantes… esta noite pelas 20h locais, o Presidente do país vai detalhar as etapas cruciais para aligeirar as restrições impostas para conter a circulação do coronavírus. 

Publicidade

Em editorial, diz o Liberation que esta noite o chefe de Estado vai “anunciar que não há nada a anunciar, ou pelo menos, nada que os franceses queiram ouvir”. Não é esperado nenhum anúncio espectacular, à parte da reabertura dos comércios ditos “não essenciais”.

“Como desconfinar melhor”, titula o Aujourd’hui en France. Consciente do falhanço do mês de Maio, o executivo prepara um aligeiramento progressivo das medidas de restrição. O presidente deve anunciar esta noite a abertura dos comércios já a partir do próximo fim-de-semana e ainda medidas progressivas dividias em três fases. 

O Aujourd’hui en France, neste número que antecede a alocução de Emanuel Macron, abre o jornal com as propostas de 85 associações de saúde. Pedem medidas fortes para evitar uma terceira vaga. Para um desconfinamento bem-sucedido as associações querem coerência, medidas concretas e meios. 

Emmanuel Macron quer desconfinar aos poucos destaca o Le Figaro. Trata-se de traçar uma linha temporal de esperança a um país moralmente desgastado por este segundo confinamento nacional, e que teme que o pior ainda está para vir com as consequências económicas e sociais.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI