Seca extrema leva milhares de angolanos para a Namíbia

Áudio 19:21
Seca em Angola.
Seca em Angola. © UNICEF Angola/2019/Carlos Louzada

O destaque deste Magazine «Semana em África» é a seca extrema que tem causado a deslocação de milhares de angolanos rumo à Namíbia para tentarem sobreviver.

Publicidade

A seca extrema em Angola está a levar milhares de angolanos a fugirem para a Namíbia para tentarem sobreviver. O alerta é dado pelo padre Pio Wacussanga que fala na pior seca dos últimos 40 anos e pede às autoridades para declararem o estado de calamidade. 

Segundo dados das agências das Nações Unidas, mais de 2,5 milhões de angolanos estão em risco de enfrentar nos próximos anos uma situação de fome aguda, o número de vítimas mortais continua a ser pouco claro, como explicou à RFI Jacinto Pio Wacussanga, padre dos Gambos, na Huíla, que reage ainda aos projectos de furos de água nas regiões mais afectadas. 

Ainda em Angola,

O Tribunal Supremo condenou o director do extinto gabinete de comunicação - GRECIMA - e o seu assistente a penas, respectivamente, de 14 anos e seis meses de prisão e 10 anos e seis meses de cadeia. Manuel Rabelais e Hilário Santos foram, ainda, condenados a pagar 250 mil kwanzas de taxa de justiça. 

No entanto fica suspensa, por ora, a pena de prisão do ex-ministro Manuel Rabelais e do seu co-arguido, Hilário Gaspar Santos no dossier do extinto GRECIMA, gabinete de comunicação. E isto devido ao recurso interposto pela defesa do ex-ministro condenado pelo Tribunal Supremo a 14 anos e meio de cadeia, num caso de peculato e branqueamento de capitais. Amaral Gourgel é o respectivo advogado, em declarações à agência Lusa, ele explica qual a linha da sua defesa.

Em Moçambique,

Os projectos de petróleo e gás vão continuar em Moçambique, isto apesar dos últimos e violentos ataques terroristas ocorridos na vila de Palma. A garantia é do Ministro da Defesa que assegura também que as forças estão no terreno para devolver a paz e a tranquilidade à população. 

Como parte da União Europeia, o governo francês está a acompanhar com preocupação, o evoluir da situação dos ataques terroristas na província de Cabo Delgado e que já duram desde Outubro de 2017. Contudo, o Embaixador em Moçambique garante que não há compatriotas seus entre as vítimas dos ataques ocorridos em Palma.

Ainda em Moçambique,

Algumas padarias agravaram de forma unilateral o preço do pão em Moçambique em pouco mais de 10 cêntimos de euro. A Inspecção Nacional das Actividades Económicas constata a situação com bastante preocupação. 

Em São Tomé e Principe,

À medida que se aproxima o prazo para apresentação de candidaturas no Tribunal Constitucional, o número de pré-candidatos não pára de aumentar. As apetências são demasiadas, porque a lei fixa que todos os cidadãos com mais de 35 anos de idade e que preencham os requisitos podem candidatar-se ao cargo de Presidente da República. 

Em Cabo Verde,

Um avião da Cabo Verde Airlines regressou na quarta-feira ao país mais de um ano depois, pelo que a retoma das operações poderá ocorrer brevemente, com um segundo aparelho a regressar ao arquipélago nos próximos dias. 

Passamos ao resto da actualidade no continente africano,

Na África do Sul,

O executivo de Pretória anunciou a suspensão da utilização da vacina da Johnson & Johnson na sua campanha de imunização devido à recente identificação de riscos de formação de coágulos sanguíneos.

A justiça francesa condenou à prisão perpétua três estrangeiros, dois pilotos da força aérea marfinense e um mercenário bielorrusso, pelo bombardeamento que em 2004 matou, nomeadamente, 9 soldados franceses e um civil americano em Bouaké, na Costa do Marfim. 

Para fechar uma nota desportiva,

Cabo Verde apurou-se para a terceira participação no CAN, o campeonato africano das nações de futebol. Para Vozinha, guarda-redes dos Tubarões Azuis, este apuramento era importante após seis anos de ausência, ele que espera agora atingir um outro objectivo, a qualificação para o Mundial, um sonho de criança, bem como já era o CAN. 

Chegamos assim ao fim deste Magazine «Semana em África». Voltamos na próxima semana.

Semana Em África 17-04-2021 MM

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI