Angola leva à ONU desigualdade “chocante” no acesso às vacinas

Áudio 08:32
João Lourenço, Presidente de Angola. Assembleia-Geral da ONU em Nova Iorque, 23 de Setembro de 2021.
João Lourenço, Presidente de Angola. Assembleia-Geral da ONU em Nova Iorque, 23 de Setembro de 2021. AFP - SPENCER PLATT

Nestae programa, destacamos alguns dos discursos dos Presidentes afro-lusófonos na Assembleia Geral da ONU em Nova Iorque, nomeadamente as palavras de João Lourenço que denunciou o quão “chocante” é a desigualdade no acesso às vacinas contra a Covid-19. O alívio das restrições contra a Covid-19 em Moçambique, a “nova era” de cooperação entre Cabo Verde e São Tomé e Príncipe e a contestação dos estudantes em Angola são outros dos temas em destaque.