Filas de espera nos restaurantes franceses com novo passe sanitário

Restaurante Cuisine Lusitanienne no 9° bairro de Paris.
Restaurante Cuisine Lusitanienne no 9° bairro de Paris. © RFI - Stefanie Palma

O alargamento do passe sanitário foi aprovado na semana passada e começou a ser posto em prática esta segunda-feira em vários locais: cafés, restaurantes, grandes armazéns, centros comerciais, estabelecimentos médicos não urgentes e transportes de longo curso.

Publicidade

A medida já vigorava em ginásios, museus, teatros e cinemas desde 21 de Julho, para além dos festivais.

Alfredo Martins, proprietário do restaurante Cuisine Lusitanienne, no 9°bairro de Paris, falou sobre a implementação do passe sanitário no seu estabelecimento.

Quanto à própria logística no funcionamento do restaurante, as alterações já se começam a sentir e as filas de espera para verificação do passe sanitário são grandes.

Rita Gomes, responsável do mesmo restaurante, também falou sobre a reacção dos clientes a esta nova medida e explicou que cada funcionário dispõe de um tablet para fazer esta verificação.

No restaurante e imediações ouvimos duas opiniões distintas sobre o passe sanitário.

Com o alargamento deste passe, o Governo Francês prevê que cerca de 10 milhões de pessoas se vacinem. 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI