Acesso ao principal conteúdo
São Tomé e Príncipe

Deputado do partido no poder em São Tomé matou a tiro um cidadão

Assembleia nacional de S. Tomé e Príncipe analisa crime de deputado do MLSTP-PSD, no poder, que baleou um civil
Assembleia nacional de S. Tomé e Príncipe analisa crime de deputado do MLSTP-PSD, no poder, que baleou um civil © Liliana Henriques
Texto por: Maximino Carlos
4 min

Em plena  tarde  desta  segunda-feira  um  deputado  santomense baleou  um   cidadão   que  acabou  por  morrer  no  hospital  Dr.  Aires Menezes. O  referido  deputado encontra-se  sob  custódia das  autoridades  policiais, devendo  ser  ouvido  pelo  ministério  público  para  aplicação  da medida  competente. 

Publicidade

Tudo  aconteceu  em frente  às  instalações da  Polícia  Judiciária.  Depois  da troca  de palavras, o  deputado, Deolindo  da  Mata do  MLSTP-PSD, baleou  o  cidadão  santomense, que se  dedicava  a actividade  de câmbio  de  divisas.

Tudo  indica que  se  tratou de  um  ajuste  de contas.

Delfim  Neves, Presidente  do  Parlamento  santomense, condenou  o  acto  e disse  que  é  preciso rever  a  eleição  de  deputados.

Arlindo  Barbosa, Secretário  Geral  do  MLSTP-PSD  disse  que  o  seu  partido  se  distanciava  deste incidente.

A vítima, um homem de 43 anos de idade, que fazia câmbios de moedas estrangeiras nas ruas de São Tomé, foi baleado com dois tiros, segundo a agência Lusa, perante vários testemunhas que se revoltaram, obrigando o deputado a refugiar-se na PJ, onde foi reforçada a segurança com apoio de agentes da policia nacional.

O deputado Deolindo da Mata encontra-se detido e a comissão permanente da Assembleia Nacional que se reúne-se esta terça-feira  discutirá a situação do deputado do MMLSTP-PSD, no poder.

Maximino Carlos, em  São  Tomé.

Maximino Carlos, correspondente da RFI em São Tomé e Príncipe

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.