Acesso ao principal conteúdo
São Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe: Hospital de campanha começa a receber pacientes

São Tomé e Príncipe: Hospital de campanha começa a receber pacientes
São Tomé e Príncipe: Hospital de campanha começa a receber pacientes AFP - SEBASTIEN BOZON
Texto por: RFI
3 min

O hospital de campanha, em São Tomé, para doentes de covid-19, começou a trabalhar  esta quinta-feira. Em São Tomé e Príncipe o novo coronavírus já infectou 258 pessoas e fez 11 vítimas mortais.

Publicidade

O hospital de campanha, em São Tomé, para doentes de covid-19, começou a trabalhar  esta quinta-feira. As instalações são compostas por 17 tendas, equipadas para “tratamentos de doentes com o novo coronavírus", segundo o ministro da Saúde, Edgar Neves.

Os pacientes que se encontram, até ao momento, internados no centro de isolamento do Hospital Aires de Menezes e os doentes sintomáticos respiratórios serão, de acordo com as autoridades são tomenses, os primeiros a ser transferidos para o hospital de campanha.

O hospital de campanha foi construído com financiamento da Organização Mundial de Saúde, está instalado no Centro de Estágio da Federação São-tomense de Futebol e tem capacidade para 50 camas.

Na visita às instalações, Edgar Neves sublinhou que todos os cuidados foram tidos em conta para evitar a contaminação dos profissionais de saúde que ali vão trabalhar.

Segundo os últimos dados, em São Tomé e Príncipe o novo coronavírus já infectou 258 pessoas e fez 11 vítimas mortais.  

Com a colaboração de Maximino Carlos, correspondente em São Tomé.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.