Acesso ao principal conteúdo
Economias

São Tomé e Príncipe tem de voltar às raízes

Áudio 05:12
Miguel Martins/RFI
6 min

A pandemia do novo coronavírus provocou um verdadeiro tsunami na economia mundial e está a deixar marcas desastrosas em São Tomé e Príncipe. De acordo com a Comissão Económica das Nações Unidas para África, a economia do país poderá enfrentar uma quebra de 34,2% na actividade económica com a redução no turismo devido à Covid-19. O economista Zeferino Ceita defende que chegou o momento de diversificar a economia do país e de se apostar no sector da agrícola.

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.