Acesso ao principal conteúdo
Economias

45 anos de Independência de São Tomé e Príncipe em plena crise do coronavírus

Áudio 06:57
Jorge Bom Jesus, primeiro-ministro são-tomense.
Jorge Bom Jesus, primeiro-ministro são-tomense. Facebook MLSTP PSD
Por: Liliana Henriques

Neste Domingo, São Tomé e Príncipe comemora 45 anos de independência, um aniversário que celebra num contexto particular devido à crise desencadeada pela pandemia de coronavírus.

Publicidade

O arquipélago tem vivido numa quase total clausura no intuito de estancar a progressão da doença no seu território que conta com um pouco mais de 211 mil habitantes. Numa altura em que as autoridades sanitárias estão a braços com mais de 700 casos de covid-19, dos quais resultaram mais de uma dezena de mortes, o país vê a sua actividade económica paralisada, uma das principais sendo o turismo, actualmente no ponto morto.

Perante esta situação, o governo entregou esta semana ao parlamento um orçamento rectificativo revisto em baixa avaliado em 130 milhões de Euros e que coloca na dianteira das suas prioridades a saúde e, em particular, a luta contra a pandemia. Em entrevista à RFI, o sociólogo são-tomense Olívio Diogo analisou connosco o contexto vivenciado pelo seu país.

 

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.