Acesso ao principal conteúdo
#São Tomé e Príncipe/Remodelação governamental

Remodelação governamental em São Tomé e Príncipe

São Tomé. Imagem de arquivo.
São Tomé. Imagem de arquivo. AFP - RUTH MCDOWALL
Texto por: RFI
8 min

Em São Tomé e Príncipe, Edite dos Ramos Ten Juá é a nova ministra dos Negócios Estrangeiros, enquanto Aerton do Rosário Crisóstomo é o novo ministro do Turismo e da Cultura. Wando Castro passa a ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Comunicação Social e Novas Tecnologias e Cílcio Pires dos Santos foi nomeado Ministro dos Assuntos Parlamentares, Reforma do Estado e Descentralização. 

Publicidade

Em São Tomé e Príncipe, o primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus, anunciou, este sábado, a substituição das ministras dos Negócios Estrangeiros e do Turismo e da Cultura. A pasta da diplomacia deixa de ser de Elsa Pinto e passa para Edite dos Ramos Ten Juá, que era até agora juíza do Tribunal Constitucional. O Turismo e Cultura passa de Graça Lavres para Aerton do Rosário Crisóstomo.

Wando Castro, o número dois do executivo com o pelouro da presidência do Conselho de Ministros e Assuntos Parlamentares, passa a exercer as funções de Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Comunicação Social e Novas Tecnologias.

Cílcio Pires dos Santos foi nomeado ministro dos Assuntos Parlamentares, Reforma do Estado e Descentralização. O até entao deputado tinha dirigido o inquérito parlamentar sobre o golpe de estado de 2003 onde Patrice Trovoada é alegadamente acusado de ter mandado assassinar dois ex-presidentes da República e alguns membros do governo.

O antigo ministério das Obras Públicas, Infraestruturas e Recursos Naturais passa a ter um novo nome, passando a ser apenas das Infraestruturas e Recursos Naturais. 

Nas alterações anunciadas, foi criada uma Secretaria de Estado das Obras Públicas, Ambiente e Ordenamento do Território que será ocupada por Eugénio Vaz do Nascimento, actual presidente da Assembleia Distrital da autarquia de Água Grande.

Oiça aqui o novo elenco governamental e as razões que levaram à remodelação, com a reportagem de Maximino Carlos.

Reportagem de Maximino Carlos

ários  assuntos estão  na origem da remodelação, nomeadamente a nomeação  do cônsul  honorário de São Tomé e Príncipe em Marrocos e o conflito entre  o Ministério Público  e a Polícia  Judiciária  devido ao desaparecimento de drogas nesta instituição. 

 

De acordo com o decreto presidencial, a nova composição do governo integra 13 ministérios e três secretarias de estado:

Ministros das Infraestruturas e Recursos Naturais: Osvaldo Abreu

Ministro do Planeamento, Finanças e Economia Azul: Osvaldo Vaz

Ministra dos Negócios Estrangeiros, Cooperação e Comunidade: Edite dos Ramos Ten Jua

Ministra da Justiça, Administração Publica e Direitos Humanos: Ivete Lima

Ministro da Defesa e Ordem Interna: Óscar Sousa

Ministro dos Assuntos Parlamentares, Reforma do Estado e Descentralização: Cílcio Pires dos Santos

Ministro da Presidência do Conselho de Ministros, Comunicação Social e Novas Tecnologias: Wando Castro de Andrade

Ministra da Educação e Ensino Superior: Julieta Rodrigues

Ministro do Turismo e Cultura: Aerton do Rosário Crisóstomo

Ministro da Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural: Francisco Ramos

Ministro da Saúde: Edgar Neves

Ministro do Trabalho, Solidariedade, Família e Formação Profissional: Adlander Costa Matos

Ministro da Juventude, Desporto e Empreendedorismo: Vinício de Pina

Lista de secretários de Estado:

Obras Publicas, Ambiente e Ordenamento do Território: Eugénio Vaz do Nascimento

Comércio e Indústria: Eugénio Graça

Comunicação Social - Adelino Lucas Vila Nova dos Santos

NewsletterReceba a newsletter diária RFI: noticiários, reportagens, entrevistas, análises, perfis, emissões, programas.

Acompanhe toda a actualidade internacional fazendo download da aplicação RFI

Página não encontrada

O conteúdo ao qual pretende aceder não existe ou já não está disponível.